Lista telefônica

30,2% dos candidatos do Enem 2017 faltam no primeiro dia de prova - Jornal Cruzeiro do Vale

30,2% dos candidatos do Enem 2017 faltam no primeiro dia de prova

06/11/2017

A diretora de Gestão e Planejamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Eunice Santos, afirmou neste domingo (5) que os dados preliminares apontam que 30,2% dos candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 não compareceram ao primeiro dia de provas. Segundo ela, esse percentual ficou dentro da média dos últimos anos.

Pela primeira vez, o Enem passou a ser realizado em dois finais de semana. Neste domingo, os alunos fizeram provas de ciências humanas e linguagens, além da redação, que teve como tema os desafios da educação de surdos no Brasil.
Dos 6.731.344 inscritos, 2.033.590 se ausentaram nesse primeiro dia. Eunice Santos ponderou, no entanto, que esse número poderá sofrer mudanças já que os dados ainda estão sendo copilados.

Segundo o Inep, 273 participantes foram eliminados no primeiro dia do Enem. Desses, 264 foram desclassificados por descumprimento de regras gerais do edital e 9, por terem algum equipamento identificado pelo detector de metais. Na edição do Enem do ano passado, houve 3.942 eliminações no primeiro dia de prova.

Entre os candidatos eliminados em 2017 está um que foi encontrado com um fone de ouvido. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, inicialmente, se pensou que o fone fosse um transmissor, mas depois a polícia afirmou que não era o caso. O ministro, no entanto, não quis informar em qual estado ocorreu o fato "por uma questão de segurança".

Balanço

Após a aplicação da prova, Mendonça Filho fez um balanço do primeiro dia em que avaliou que "tudo correu bem".
“Tudo ocorreu bem tendo em vista o tamanho do exame”, disse em entrevista à imprensa concedida em Brasília.
O ministro afirmou que, ao longo do dia, houve poucas ocorrências e que dois delegados da Polícia Federal acompanharam a aplicação do exame do prédio do Inep, em Brasília.

Ele confirmou que dois candidatos saíram da sala com o caderno de provas antes do horário permitido. Segundo o ministro, um desses candidatos já foi identificado e será eliminado.

Mendonça Filho afirmou ainda que um terceiro candidato, que fazia a prova em Brasília, foi encontrado com um cigarro de maconha no bolso. “Mas pelo menos foi permitido que ele concluísse sua prova”, disse. Segundo o Inep, a polícia identificou o estudante, apreendeu o cigarro, mas ele pôde terminar a prova normalmente.

Falta de energia

O Inep informou também que apenas duas turmas não conseguiram concluir as provas neste domingo, uma em Teresina (PI) e outra em Uruaçu (GO).

Em ambos os locais de prova, faltou energia e os estudantes não fizeram o exame. Para esses candidatos (cerca de 2.300), haverá uma nova prova nos dias 12 e 13 de dezembro, mesmas datas em que os candidatos privados de liberdade farão o exame.

Segundo dia de provas

O segundo dia do Enem 2017 está marcado para o próximo domingo, 12 de novembro, com a realização das provas de matemática e ciências da natureza.

"Temos uma clara percepção de satisfação com a divisão do Enem em dois domingos por parte dos candidatos espalhados pelo Brasil como um todo. E a gente continua acompanhando e assegurando que a segunda etapa no dia 12 vai ocorrer dentro da mesma normalidade e tranquilidade", disse o ministro da Educação.

 

Fonte G1

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.