Lista telefônica

| Por Gilberto Schmitt - Jornal Cruzeiro do Vale

| Por Gilberto Schmitt

10/02/2009

Linguiça frita
Continua repercutindo muito a história do defunto que colocou no jornal sua própria nota de falecimento. Inclusive tem um gerente de banco da cidade que jura que ele tentou abrir uma conta na sexta-feira, mas se enrolou todo e não levou toda a documentação necessária. Aí não se sabe quem seria o correntista, se era ele mesmo ou o suposto irmão gêmeo que ele jura que morreu. Pra resumir a história, ele não conseguiu abrir a conta, é claro. Quem conhece não dá crédito e quem não conhece prefere não arriscar. Estão literalmente fritando o Linguiça.

 

Jubileu
Emocionante a celebração pelo Jubileu de Prata do frei Evaristo Spengler, domingo, em Gaspar. O servo de Deus trabalha em Angola, onde ajuda o povo a enfrentar uma dura realidade social, com muita pobreza, fome e falta de atendimento às necessidades básicas. Lá, faz muito mais do que levar a palavra de Deus e tocar o espírito do povo: precisa agir como líder e como símbolo de esperança por dias melhores. No Brasil e especialmente em Gaspar vivemos uma situação bem diferente, mas muitas vezes não conseguimos abrir os olhos e estender a mão ao próximo, que também precisa de ajuda. Está de parabéns pelos 25 anos de sacerdócio e pela vida de doação à Igreja.

 

Produtores rurais
Essa é mais uma das medidas que são urgentes e necessárias, mas que não saem do papel. Produtores rurais de Ilhota e Gaspar perderam tudo com a enchente e agora precisam de socorro do Poder Público. A ajuda foi anunciada pelo Governo Federal, mas até agora nada pingou para os produtores. Agora, os pequenos produtores que fazem parte do Pronaf precisam ir a uma agência do Banco do Brasil para se cadastrar, preencher os devidos formulários e esperar a vistoria da Epagri. O problema é que a burocracia e a morosidade do sistema deixam o produtor em maus lençóis, e já estamos na metade de fevereiro.

 

Sertanejo com força em Gaspar
A curtição da juventude é o Sertanejo Universitário. É o ritmo da moda, da pegação e da azaração. No embalo de Bruno & Marrone e Victor & Leo surgem a cada dia novas duplas para embalar as multidões nestas festas, e Gaspar vai entrar no circuito destas baladas jovens. O palco é a Sociedade Cruzeiro, no dia 14 de fevereiro, próximo sábado. E seguuuuura, peão.

 

Onda de carrapatos
Depois da enchente, a vida dos cidadãos de Gaspar e também dos moradores das cidades vizinhas nunca mais será a mesma. Não bastasse todo o problema com lama, água, deslizamento e a falta de segurança, a enchente traz outras consequências, como a proliferação de doenças. E também de carrapatos nos animais de estimação, como foi denunciado esta semana por um morador do bairro Coloninha. Os cachorros que sobreviveram à força das águas agora precisam se cuidar com os parasitas. Vida de cachorro não é fácil mesmo.

 

Repercussão
Tem sido enorme a repercussão das reportagens sobre a enchente, dois meses da maior tragédia da história de Gaspar. Nossa equipe traz, a cada semana, um novo relato de como está a reconstrução dos locais mais atingidos no município. A destruição foi muito grande e a qualidade das reportagens está sendo registrada pela comunidade, que não poupa elogios ao conteúdo das matérias, tanto através das cartas que recebemos quanto pelos cumprimentos pessoais. Voltar aos lugares devastados pelas águas e pelos deslizamentos tem sido uma experiência e tanto, posso garantir.

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.