Lista telefônica

Chumbo - Jornal Cruzeiro do Vale

Por Gilberto Schmitt

24/11/2017

Números de comissionados
O ex-prefeito Pedro Celso Zuchi, PT, chegou ao número máximo de 190 comissionados quando governava a cidade de Gaspar. Inchou a barrosa e saía gente até pela culatra. Vinham os petistas derrotadas de várias cidades da região e se alojavam na administração de Gaspar. Era visível.  No último ano de seu governo, Zuchi baixou este número para 140 comissionados. A atual administração de Kleber Wandall, PMDB, empregou até o momento 99 comissionados. Número bem abaixo da administração anterior. Mesmo assim, acho esse número muito grande ainda.

Dança das cadeiras
Há rumores no paço municipal que o prefeito Kleber Wandall vai fazer algumas mudanças no secretariado em janeiro do próximo ano. Alguns secretários estão deixando a desejar e não estão correspondendo com o cargo que ocupam.  Outros secretários podem ser remanejados. Tudo indica que o prefeito no ano que vem vai dar mais ritmo na sua administração. Ele sentiu o bafo dos servidores e os reclames da população. Torço para que a cidade saia ganhando com isso.

Esperteza
A Prefeitura de Gaspar vendeu a folha de pagamento dos servidores públicos. O que isso significa? Ela fez uma licitação e o Banco Bradesco foi o vencedor e vai pagar R$ 2,5 milhões. Agora, todos os servidores receberão seus salários através do Bradesco. A prefeitura tem quase 2 mil servidores e a folha de pagamento chega em R$7 milhões por mês. Segundo o Secretário da Fazenda, Roberto Pereira, a Prefeitura que investir esse valor de R$ 2,5 milhões na saúde do município.

Então, é Natal
Na quarta a noite aconteceu a abertura do Gaspar Natal em Festa. A Praça da Prefeitura ficou lotada de pessoas que foram conferir de perto a bela iluminação que a nossa figueira recebeu. Os detalhes são todos em chochê, com fios da nossa Linhas Circulo, e todo o material foi produzido pela mão de voluntárias gasparenses que participam do Centro de Convivência do Idoso. Os envolvidos estão de parabéns.

Assassinato de Bosi....
A Prodigo Filmes de São Paulo está fazendo um documentário sobre o assassinato que chocou o Vale do Itajaí em 2007. Jaime Bosi, advogado de Ilhota, foi assassinado pela sua esposa Rosicher Bosi e o amante Felipe Schuldes. Eles simularam um latrocínio (roubo seguido de morte) e esconderam o corpo às margens da BR-470. Menos de 30 dias após, o crime foi elucidado pelo delegado Paulo Koerich. A mulher e o amante foram condenados a 18 e 15 anos de prisão pelo júri popular.

... vira documentário de TV
O documentário vai ao ar no segundo semestre de 2018. Durante quatro dias a gravadora esteve no Vale do Itajaí fazendo as gravações do Caso Bosi. O documentário será de 45 minutos, faz parte da série ‘Até que a morte nos separe’ e será transmitido nos canais de TV por assinatura. Rosicler e Felipe já cumpriram a pena em regime fechado e moram juntos. O filho de Jaime Bosi, Daniel Bosi, já perdoou a mãe.

Lions na praça
A manhã desta quinta-feira, 23, foi movimentada e voltada para a saúde na Praça Getúlio Vargas, no Centro. Isso porque o Lions Clube de Gaspar recebeu a comunidade com orientações, medição de pressão e também com a possibilidade de um exame rápido de diabetes. A ação foi idealizada pela entidade, teve o apoio da Prefeitura Gaspar e contou com o auxílio de profissionais da saúde para realizar os procedimentos.

De acordo com o presidente do Lions Clube de Gaspar, Eduardo Joaquim Mendonça, o objetivo é chamar a atenção dos gasparenses para um assunto muito importante. “Na correria do dia a dia, muitos acabam deixando a saúde de lado. Com ações como esta, a comunidade pode, rapidamente, se inteirar da própria saúde e, se necessário, procurar por um médico”.

 

Edição 1828
 

Comentários

Miguel José Teixeira
24/11/2017 09:44
Senhores,

Sobre a nota "Número de comissionados", cabe uma pergunta (perguntar não ofende):

"Quantas empresas de Gaspar empregam 99 trabalhadores?

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.