Lista telefônica

Por Gilberto Schmitt - Jornal Cruzeiro do Vale

Por Gilberto Schmitt

13/04/2018

Muito tarde

O comércio de Gaspar anda em descompasso. Muitas lojas abrem suas portas somente às 9h da manhã. Isso deixa alguns clientes indignados, pois querem fazer alguma compra ou efetuar pagamentos e batem com o nariz na porta fechada. Deveria ser regra todos abrirem as 8h da manhã. Depois, alguns comerciantes reclamam das vendas baixas. É bom lembrar que hoje temos uma megaloja recém-inaugurada que fecha às 22h e é grande concorrente de nossos pequenos lojistas.

Falta manutenção

A Avenida Francisco Mastella é uma vergonha. Já está parecendo caminho de roça devido a quantidade de buracos na via. Além disso, o mato tomou conta da margem da rodovia, tirando a visibilidade dos motoristas e ainda tapando as placas de sinalização. O maior perigo ainda é que muitos gasparenses fazem suas caminhadas matinais e vespertinas naquela rodovia. Tá mais do que na hora de dar uma geral naquela avenida. Sobre a Anfiloquio Nunes Pires, pelo amor de Deus, nem vou comentar para não ser chato.

Festas e campanha

E a festa dos grandes amigos, o Stammtisch Cruzeiro do Vale, está a todo vapor. Os grupos que desejarem se inscrever devem passar no jornal. A inscrição é gratuita. A festa será no dia 12 de maio na Arena Multiuso. Quanto ao Baile do Hawaii organizado pelo jornal, sem comentários. As páginas centrais desta edição mostra o sucesso da festa. E ainda temos a campanha coordenada pelo Cruzeiro do Vale para construir uma nova casa para a família do Sr. Vavá, que também vai a todo vapor. O obra já iniciou e nesta semana o fundamento da casa já ficara pronto. Na semana que vem as paredes começam a ser erguidas. Quem não fez ainda a sua doação, é só ligar para o jornal, ou então, fazer diretamente no Dietrich Materiais de Construção. Esta é a sexta casa que o jornal coordena com grande sucesso.

Juiz catarinense continua subindo

O juiz catarinense Marcio Schiefler Fontes, filho do gasparense Cláudio Fontes, acaba de dar mais um importante passo na sua ascendente carreira de magistrado onde já ocupa o cargo de Ministro do Conselho Nacional de Justiça. Agora, por ato do ministro da segurança pública, Raul Jungmann foi nomeado titular do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Marcio Fontes que atualmente é Supervisor do Departamento de Fiscalização do Sistema Carcerário, vai reforçar o novo colegiado na obtenção das informações de todas as esferas do governo para formular as políticas nacionais de prevenção da criminalidade. Essa nova conquista do juiz Márcio, deixa por demais feliz a gasparense Ruth Wehmut Fontes, sua avó, que acompanha de perto e fica feliz e faceira com as vitórias do neto querido.

Álvaro se recupera de cirurgia

Nas últimas semanas não se viu o ex-deputado e nosso colaborador Álvaro Correia circulando por Gaspar. É que no último dia 12, Alvaro sofreu uma cirurgia nos quadris, no hospital Santa Catarina em Blumenau. O procedimento cirúrgico transcorreu tudo bem, mas Alvaro agora se recupera no apartamento do filho em Blumenau, onde tem recebido muitas visitas. Enquanto se recupera o ex-deputado, acompanha as últimas providências para o lançamento do seu novo livro, “Um olhar sobre fatos históricos”, revivendo uma centena de artigos publicados pelo Cruzeiro do Vale e o Jornal de Santa Catarina.

 

Edição 1846

Comentários

Rodrigo
14/04/2018 23:13
Compartilho da opinião do Gilberto no que diz respeito ao mato tomando conta na Av. Francisco Mastella. Tem mato alcançando os fios nos postes. Isso sem falar na falta de visibilidade na curva principal.

Essa estrada mereceria um investimento maior. Arrumar o acostamento que parece mais um precipício e quem sabe nivelar o asfalto para evitar o efeito "montanha russa" ao passar em velocidade permitida num trecho.

Isso sem mencionar as crateras. Acho que daqui a pouco vão inaugurar um pesque e pague nos diversos buracos que estão por ali.

Miguel José Teixeira
13/04/2018 16:52
Meu Nobre Gilberto,

As notas:
1) "Juiz catarinense continua subindo" e
2) "Festas e campanha"

obrigam-me a reiterar um velho pleito:

o CV deve instituir o "Troféu Quebra Tigela" destinado aos Gasparenses Ilustres e que não são poucos.

Lembrem-se: "Quebra Tigela" não é pejorativo. Assim como "Manézinho da Ilha" não o é para os Florianopolitanos.

De bate pronto, indico minha saudosa Mãe, a dona Infância Ramos Teixeira, in-memorian, Gasparense, que muito contribuiu para a qualidade das Linhas Círculo. Ela foi uma das melhores "crocheteiras" do mundo. Quem teve oportunidade de conhecer seus trabalhos sabe disso. Até a Xuxa, em seu auge, desfilou com um vestido "crocheteado por Ela.

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.