Lista telefônica

E você? - Jornal Cruzeiro do Vale

Black Friday

24/11/2017

Nesta sexta-feira, dia 24 , acontece no Brasil o Black Friday. Você sabe qual o significado e qual sua utilidade?

Com origem nos Estados Unidos, o evento foi criado para celebrar o dia após o Dia de Ação de Graças, data em que os americanos agradecem a Deus pelo ano que passaram. Para incrementar as comemorações e dar início às compras natalinas, os comerciantes anunciam promoções imbatíveis. Inclusive, filas se formam dias antes nas principais lojas americanas. Tudo para garantir o melhor preço e produto. Embora se acredite que o fato se deu início no final dos anos de 1800, a data se tornou oficial em 1975 e, a cada ano, novos países adotam o período.

Evidentemente, o Brasil não ficou de fora da febre mundial. Com tradução para o português de ‘Sexta-feira negra’, o Black Friday por aqui teve início em 28/11/2010. Mais evidente ainda é que as primeiras experiências não deram certo, principalmente pelo ‘jeitinho brasileiro’ das lojas físicas e virtuais.

Ocorre que os estabelecimentos vendiam um produto, por exemplo, por R$500,00. Alguns dias antes da data comemorativa, eles aumentavam o preço e no exato dia do Black Friday retornavam ao valor inicial de R$500,00, dando a ilusão de que o preço era promocional. Tanto que o ato recebeu o apelido de ‘Black Fraude Brasil’. Até a conceituada revista ‘Forbes’ publicou uma matéria sobre a forma como se comemora por aqui, com falsos descontos.

Uma enxurrada de reclamações tomou conta dos órgãos e sites de proteção ao consumidor, inclusive com multas aplicadas às empresas por propagando enganosa. Entretanto, com o passar dos anos, houve uma maturidade dos estabelecimentos, o que vem resultando em crescimento de vendas ano após ano.

E você, já comprou ou pretende adquirir algum produto no Black Friday?

Resultado da enquete:

Na última coluna, abordei sobre duas sentenças de indenização por dano moral, em ambas, pessoas postaram vídeos em suas redes sociais de indivíduos, em tese, cometendo ilícitos, sendo aquelas condenadas a ressarcir estas por uso indevido de imagem. Perguntei aos internautas se concordavam com as sentenças:
Veja o resultado:
75% Não concordam
25% Concordam

 

Edição 1828
 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.