Lista telefônica

13 vereadores e vários segredos - Jornal Cruzeiro do Vale

13 vereadores e vários segredos

27/04/2018

Não é de hoje que o clima na Câmara de Vereadores de Gaspar está tenso, estremecido e por um fio. A lua de mel foi interrompida com a eleição da mesa diretora para conduzir os trabalhos legislativos de 2018, onde foi eleito para o cargo de presidente Silvio Cleffi, ceifando o sonho da vereadora Franciele Back. Inconformada com a derrota, utilizou-se da tribuna para atacar a honra, a moral e o fio de bigode do vereador eleito, o acusando de golpista.

A vereadora tucana foi atacada nas redes sociais, acusada de se unir ao partido do atual prefeito, aprovar o reajuste da tarifa da COSIP e trair o povo, segundo os internautas, foi vítima da Lei de Talião “olho por olho, dente por dente”.

Silvio não respondeu, tinha planos maiores para a câmara...Sua campanha foi pautada, ironicamente, no slogan “O ser humano em primeiro lugar”.

O médico paulista que migrou para Gaspar, juntamente a mesa diretora, apresentou recentemente o PL 20/2018, o qual prevê a criação de (mais) um cargo comissionado, desta vez o de Procurador-Geral da Câmara Municipal da nossa cidade, ou seja, alguém com conhecimento na área jurídica para dividir as tarefas dos vereadores, para tanto receberá um super salário (aproximadamente R$ 10.000,00 – praticamente o salário de dois vereadores).

Primeiramente, existem dois vereadores advogados na câmara de Gaspar, Roberto Procópio e Francisco Hostins Junior, ambos colegas de profissão, com enorme capacidade e competência.

Segundo, a população ao eleger um vereador, em tese, acredita que o seu candidato possua o mínimo de conhecimento na área jurídica e legislativa. E mais, salvo engano, o horário da câmara não é em período integral, o que deveria facilitar o estudo e aprofundamento na área por parte de todos os vereadores.

Por fim, ao invés de aumentar o passivo do município, deveria buscar alternativas para salvar o Hospital, claro, caso o vereador se sinta capacitado para o assunto, caso contrário, poderá indicar a criação de um novo cargo: Médico conselheiro.
A bola da vez é o eventual financiamento de 20milhões de reais para obras do contorno viário, que promete esquentar a chapa nos próximos meses.

Por falar em contorno viário, como andam as obras para as alterações do trânsito de Gaspar? Foi investido o valor para contratação de um expert com experiência no assunto e não saiu do papel, exceto por alguns cones distribuídos pela avenida das comunidades.

De outro lado, tem vereadorES que em quase dois anos apresentaram somente projetos para instituir o “Dia do ciclista”, “Dia da valorização do trabalho”, “Dia da saúde mental”... A nossa cidade precisa muito mais que isso! Além do que, um salário superior a R$ 5.000,00, pressupõe maior efetividade.

E você, qual sua opinião?

 

Edição 1848

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.