Lista telefônica

Por Augusto cesar Diegoli - Jornal Cruzeiro do Vale

Por Augusto cesar Diegoli

24/03/2009

NOVOS EMPREGOS

Santa Catarina proporcionou 6,4 mil novos empregos no mês de janeiro. Foram 80,4 mil pessoas admitidas, contra 74 mil demitidas. Os melhores desempenhos ficaram com Fraiburgo (+2002), Florianópolis (+1337) e São José (+438). Os piores desempenhos no mês: Rio Negrinho (-715), Blumenau (-391) e Brusque (-355). Em janeiro de 2008, SC teve 17,5 mil novos empregos.

 

DÍVIDAS

Contribuintes que querem acertar as contas com o Leão e empregadores que têm pendências com a Previdência podem parcelar o que devem em até 60 vezes, com desconto em multas e juros. As dívidas não podem passar de R$ 10 mil e precisam ter vencido até 31 de dezembro de 2005.

 

SERVIDORES FEDERAIS

Mais de 2 mil funcionários da extinta Secretaria da Receita Previdenciária, preteridos na reivindicação de equiparação com os analistas da Receita Federal do Brasil, estão voltando aos quadros do INSS e desfalcando a estrutura da arrecadação. Com a criação da Super Receita em 2007, mais de 5 mil desses servidores passaram a exercer as mesmas funções dos técnicos da Receita Federal. O governo, desde o início, negou a equiparação automática no projeto da Super Receita. Essa situação, considerada injusta e insuportável, vem provocando a volta desse pessoal ao INSS.

 

MITSUBISHI

Além de ganhar da Mitsubishi o aval para escolher mais quatro modelos de veículos para produzir na fábrica em Catalão (GO), o grupo brasileiro MMC conseguiu licença para exportar para qualquer país da América Latina. Os japoneses não vão investir no Brasil, mas deram o aval para a empresa brasileira, que já tem a fábrica, ampliar a atividade e exportar. Em troca, poderão ganhar mais royalties com o aumento das vendas.

 

EXPORTAÇÕES DE SC

As exportações do Estado caíram 22,3% em janeiro e fevereiro, na comparação com o primeiro bimestre de 2008. Nos dois primeiros meses deste ano, as vendas externas catarinenses somaram US$ 889 milhões, contra US$ 1,14 bilhão registrados no mesmo período de 2008. As importações no bimestre caíram 7,5% e ficaram em US$ 1,13 bilhão.

 

PÊSSEGOS

Tradicional importador de pêssegos, o Brasil avança rapidamente para a autosuficiência na produção da fruta. Nos últimos anos, a combinação de aumento de produção e o lançamento de novas variedades acabaram jogando para escanteio as importações de pêssegos, cujo reduto histórico na América Latina limitava-se à Argentina e ao Chile. Em cinco anos, a produção brasileira registrou aumento de 30%. Atualmente o Brasil produz mais de 300 mil toneladas/ano da fruta. Os bons resultados estão ocorrendo nos três Estados do Sul.

 

CRESCIMENTO AMARGO

A crise frustra o ano que seria perfeito para o PIB e ainda traz o fantasma da recessão. O produto interno bruto brasileiro chegou a R$ 2,9 trilhões em 2008. O resultado é 5,1% maior que o do ano anterior. É o segundo ano seguido em que a soma das riquezas no Brasil sobe acima dos 5%. Mas tudo indicava um resultado bem melhor, se não fosse a crise econômica.

 

ALTONA

A fábrica da Electro Aço Altona vai sair de Blumenau e transferir a produção integralmente para Barra Velha. Até 2020, a fábrica tem a obrigação de fechar no local onde está. A unidade em Barra Velha poderá ficar pronta em dois anos, a partir do começo das obras, ainda sem data definida. Os investimentos superam R$ 100 milhões. A unidade terá 80 mil metros quadrados de área construída e permitirá produção de 3 mil toneladas/mês. Atualmente, a empresa fabrica, em Blumenau, 1,4 mil toneladas/mês.

 

TOP TURISMO ADVB

A recuperação do Castelinho da Rua XV, em Blumenau, rendeu a Havan o prêmio Top Turismo ADVB/SC 2008. A entrega da premiação aconteceu no Parque Beto Carrero World. Da região do Vale do Itajaí, além da Havan, receberam a premiação: Green Valley, Parque Unipraias, Prefeitura de Rio do Sul e Tedesco Marina Garden Plaza.

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.