Lista telefônica

Vida inútil - Jornal Cruzeiro do Vale

Vida inútil

01/06/2018

Largava tudo
E deixava-se rolar
Num canto qualquer
Como se nada fosse.


Seus entes queridos
Se foram
Seus pensamentos pareciam desanuviar-se
Ante tamanho desespero.


Parecia nada enxergar
E por mais que tentasse
Não conseguia sobrepujar
Àquilo que o atormentava.


Vivia num mundo de ilusões
Repleto de imagens fictícias
Onde apenas esperava
O desenrolar final de sua vida.


Sua única tristeza
É que a ninguém tinha escutado
E que, o que o levara àquele mundo
Foram erros e promessas vãs.


Nada mais sentia
Apenas esperava
E esperando acabou alcançando sua infelicidade
Apagando para sempre desse mundo
Sua inútil vida.

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.