Lista telefônica

Atletas de Gaspar têm alojamento furtado durante os Jogos Abertos de SC - Jornal Cruzeiro do Vale

Atletas de Gaspar têm alojamento furtado durante os Jogos Abertos de SC

06/11/2017
Atletas de Gaspar têm alojamento furtado durante os Jogos Abertos de SC

Os atletas de Gaspar que estavam em Lages competindo nos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) tiveram uma infeliz surpresa: a sala onde eles estavam alojados foi arrombada e os ladrões levaram dinheiro, roupas, calçados e demais pertences dos gasparenses. Os atletas estavam alojados em uma sala do Colégio Estadual Frei Nicodemos, no bairro Petrópolis. A invasão aconteceu na tarde de sábado, 4 de novembro, quando Gaspar disputava uma partida contra Chapecó.

Para invadirem a sala, os ladrões pularam um muro de aproximadamente dois metros de altura. Em seguida, eles utilizaram uma barra de ferro para danificar as grades das janelas basculantes. A escola é cercada por muros, mas isso não impediu a ação dos criminosos. O local não possui sistema de vigilância.

Segundo o presidente da Fundação de Esportes de Gaspar, José Carlos de Carvalho Junior, a ação dos criminosos aconteceu muito rápido. "A polícia fazia ronda de hora em hora nos alojamentos, por isso acreditamos que foi tudo muito rápido. Eles roubaram mais tênis e roupas. E em dinheiro, conseguiram levar apenas R$200,00.  Estávamos divididos em dois alojamentos e os bandidos tentaram invadir esse segudo lugar também, mas não conseguiram entrar. Aí levaram apenas as roupas do motorista, que foi o que conseguiram puxar pela janela", conta. Sobre um possível ressarcimento aos atletas, Junior afirma que estão sendo estudadas possibilidades. "Por parte de Gaspar e do Jasc, acredito que será ressarcimento zero. Mas estamos estudando o caso".

Na escola em que os atletas de Gaspar estavam alojados estavam também os representantes de Timbó. "Saímos do alojamento pelas 15h30 e voltamos umas 20h. Só descobrimos o que aconteceu na volta. No momento da ação crimonosa tinha gente na escola, mas ninguém ouviu nada", diz Junior.

Estavam em Lages 15 pessoas de Gaspar, entre atletas, técnico, auxiliar técnico e chefe de delegação. O grupo voltou para casa na manhã de domingo, dia 5. 

 

Edição 1826
Foto: Adecir Morais/ Correio Lageano

Comentários

Antonio
06/11/2017 18:41
Vergonhoso para a organização do JASC deixar isso ocorrer, nem para praticar esporte se tem segurança.
Esperamos que os atletas e demais membros da delegação sejam ressarcidos.

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.