Bailarino de Gaspar pede ajuda financeira para estagiar no Teatro Bolshoi da Rússia - Jornal Cruzeiro do Vale

Bailarino de Gaspar pede ajuda financeira para estagiar no Teatro Bolshoi da Rússia

12/12/2018
Bailarino de Gaspar pede ajuda financeira para estagiar no Teatro Bolshoi da Rússia

Há quem nasça com a habilidade de escrever, os que encantam com sons e aqueles que fazem dos traços belos desenhos. Muitos possuem facilidade com números, vários preferem as letras. A verdade é que o dom vem de dentro e exterioriza aquilo que cada um produz de melhor. Alguns descobrem suas vocações mais velhos. Já outros transparecem seus talentos bem jovens, como é o caso do gasparense Daran Pereira Ferreira.

Aos 20 anos de idade, ele se prepara para dar um passo tão grande quanto a força de vontade que tem. Prestes a se diplomar bailarino do Bolshoi de Joinville, Daran recebeu uma feliz notícia: seu potencial fez com que fosse um dos quatro selecionados para participar de um aperfeiçoamento profissional em Moscou, na Rússia, entre os dias 5 e 20 de janeiro.

Apesar da viagem estar confirmada e já ter data de embarque e retorno, há algumas dificuldades que podem impedir que Daran tenha 100% de aproveito na experiência. Mirian Cristina Pereira, mãe do rapaz, conta que precisa de ajuda financeira para que filho torne seu sonho realidade. “Com o apoio de familiares, já consegui metade do dinheiro, cerca de R$5 mil, suficiente para comprar as passagens. Mas preciso mantê-lo lá com hospedagem e alimentação”.

Emocionada, Mirian descreve a dedicação do filho. “Ele nasceu pra isso. Não tenho dúvidas de que meu Daran é merecedor dessa oportunidade. Desde muito novo, demonstrou interesse pela dança e pela arte em si. E dançar não é apenas dar passos. É estudo, é postura, é saber exatamente o que cada movimento significa. Para ele, dançar é vida. Eu quero, mais do que tudo deixá-lo viver esse sonho”.

O bailarino está muito feliz e realizado com a seleção. “Meu esforço dia a dia nas aulas, desde criança em Gaspar, como agora em Joinville, juntamente com todo o apoio dos meus familiares que sempre confiaram em mim, consegui conquistar um nível e padrão bons para esse oportunidade se tornar real”, destaca Daran.

Rotina

Ele vai para o Bolshoi de segunda a sexta-feira, sempre às 9h. Ao chegar, começa os exercícios para fortalecimento e estabilidade do corpo, com pilates. Das 11h30 às 12h30, sai para almoçar e tem até às 14h para verificar as combinações das coreografias que são apresentadas mensalmente. A primeira aula da tarde é de dança clássica. Depois, faz aulas complementares à grade curricular: dueto, ballet de repertório, contemporânea, teatro, literatura da música e literatura da dança. Na parte da noite, Daran participa de ensaios.

Trajetória

Aos seis anos de idade, nas aulas de dança da Escola Ervino Venturi, Daran já chamava a atenção pela desenvoltura diante de cada coreografia. Mais tarde, quando foi matriculado na Escola Vitório Anacleto Cardoso, teve seu primeiro contato com o professor de dança Marco Aurélio da Cruz Souza, que oportunizou ao jovem muitas aprendizagens. Daran também fez parte de grupos de dança em Gaspar e Blumenau, antes de participar das seleções do Bolshoi. Aprovado, o jovem se fortaleceu ainda mais como artista até que, mais uma vez, se destacou entre tantos bailarinos, sendo aprovado para um estágio no Bolshoi da Rússia, uma das maiores e melhores escolas de ballet do mundo.

Ajuda

Para ajudar Daran, um representante de Gaspar mundo a fora, basta entra em contato com o bailarino pelo telefone (48) 99901-5257 ou com a mãe, Mirian, através do número (47) 99955-8966.

 

Edição 1881

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.