Barranco cede e interdita parcialmente pista entre Gaspar e Blumenau - Jornal Cruzeiro do Vale

Barranco cede e interdita parcialmente pista entre Gaspar e Blumenau

18/06/2019

Quem transita pela rua Nereu Ramos, entre Gaspar e Blumenau, deve ficar atento. O trânsito está lento e em meia pista devido a um deslizamento de terra registrado nesta terça-feira, dia 18 de junho. O desbarrancamento aconteceu por volta das 11h e, em seguida, o asfalto que fica em frente à Igreja Assembleia de Deus, às margens do rio, nas proximidades da conhecida ‘curva da Líder’, cedeu.

Luciano Francisco passava pelo local no momento em que tudo aconteceu. Ele conta que seguia sentido Gaspar-Blumenau quando percebeu um buraco se abrindo e parou o carro para ver o que estava acontecendo. “Só estava desbarrancando. Uns 25 minutos depois que tudo aconteceu é que começou a aparecer uma rachadura no acostamento”, conta.

A Defesa Civil de Gaspar foi acionada e está no local junto de um geólogo, Diretoria de Trânsito e Secretaria de Obras. “A terra continua mexendo. Estamos em conversa com a Ditran para impedir a passagem de veículos de grande porte, como ônibus e caminhões. O geólogo e os engenheiros da prefeitura vão analisar a situação e, se necessário, haverá uma interdição total. O acostamento está afetado e existe a possibilidade de que o desbarrancamento atinja também a pista”, disse o superintendente da Defesa Civil de Gaspar, Evandro Amaral.

A pista está interditada sentido Gaspar-Blumenau e o trânsito está sendo desviado. Para quem segue Blumenau-Gaspar, o caminho está sendo feito pelo acostamento.

A partir das 13h, o trânsito será bloqueado para veículos com mais de 5 toneladas. Ônibus coletivos e intermunicipais e veículos leves terão passagem liberada. Os agentes da Ditran vão desviar o trânsito no trevo do Sesi, para quem trafega Blumenau-Gaspar; e na altura do Fórum para quem segue Gaspar-Blumenau.

Motivo

Ainda segundo Evandro Amaral, da Defesa Civil de Gaspar, não se sabe ao certo os motivos que ocasionaram o desbarrancamento. “Pode ter acontecido algum impacto com a subida do rio há duas semanas e o resultado apareceu agora. Mas, olhando de perto, dá para ver também tubos com saída de água ou esgoto. Vamos analisar todas as possiblidades para descobrir o que aconteceu”.

Bootstrap Slider

Edição 1906
 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.