Defesa Civil de SC assegura recursos para obras na rua Dr. Nereu Ramos - Jornal Cruzeiro do Vale

Defesa Civil de SC assegura recursos para obras na rua Dr. Nereu Ramos

04/07/2019
Defesa Civil de SC assegura recursos para obras na rua Dr. Nereu Ramos

Gaspar vai receber R$1,5 milhão para executar a obra permanente de contenção e reconstrução da rua Doutor Nereu Ramos, no trecho que liga a cidade Coração do Vale a Blumenau. Os recursos foram assegurados durante reunião entre o prefeito Kleber Wan-Dall e a Secretaria Nacional de Defesa Civil na quarta-feira, 3 de julho, em Brasília.

Na oportunidade, foi apresentado o pré-projeto da melhoria a ser realizada no local, que sofreu um grande deslizamento no mês passado. Apesar do encontro ter sido com representantes do Governo Federal, o aporte financeiro vai ser encaminhado através da Secretaria de Estado de Defesa Civil.

Não há previsão para que o valor esteja disponível, nem estimativa de conclusão da reforma. Porém, por se tratar de um decreto de situação de emergência, as tratativas burocráticas e envio de documentações começaram imediatamente após a garantia do repasse.

Entenda o caso

Na manhã de 18 de junho, um deslizamento de terra deixou a rua Nereu Ramos, às margens do rio, em frente à Igreja Assembleia de Deus, em meia pista. Com o desbarrancamento, o asfalto cedeu e a erosão se alastrou, no decorrer do dia, por todo o acostamento.

Defesa Civil, Diretoria de Trânsito e Secretaria de Obras foram acionadas e, num primeiro momento, a medida foi de deixar o trânsito em meia pista: quem seguia de Gaspar para Blumenau transitava na pista contrária e quem fazia o sentido inverso utilizava o acostamento.

No início da tarde, a passagem foi interrompida para veículos com mais de cinco toneladas. No final do dia, a prefeitura informou o fechamento total da via. Inicialmente, os motoristas tiveram a recomendação de desviar o caminho pela Águas Negras, em um trecho de aproximadamente 10km.

Em 24h, a Secretaria de Obras liberou uma nova rota de aproximadamente 1,4km, que compreende as ruas Paulo Evaldo Gaertner, José Casas, Paulo Bailer e Olga Bohn, além de terrenos particulares. O trecho segue sendo utilizado até hoje.

 

Edição 1908

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.