Dia de expor na III Feira Municipal de Matemática de Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Dia de expor na III Feira Municipal de Matemática de Gaspar

14/06/2019

Dia de muito aprendizado e descontração. A Secretaria de educação de Gaspar promove nesta sexta-feira a III Feira Municipal de Matemática. O evento vai contar com trabalhos de todas as unidades de ensino da cidade e os alunos vão expor e colocar em prática os resultados de pesquisas e conhecimentos adquiridos em sala de aula.

Este ano, o evento acontece na Escola Ivo D’Aquino, no bairro Coloninha. A abertura aconteceu na noite de quinta-feira, dia 13 de junho, e a mostra dos trabalhos segue nesta sexta, das 8h ao meio dia e das 13h às 15h30. Entre 16h e 17h acontece um dos momentos mais aguardados: o encerramento e a premiação dos melhores trabalhos. A exposição é aberta ao público.

São muitos envolvidos para que a Feira de Matemática de Gaspar seja realizada: 275 estudantes apresentando e 90 trabalhos de 40 escolas públicas e privadas. Entre as exposições estão:11 trabalhos de professores; 20 trabalhos de alunos da educação infantil; 20 trabalhos de alunos dos anos iniciais; 24 trabalhos de alunos dos anos finais; 12 trabalhos de alunos do ensino médio; dois trabalhos de alunos da educação especial; e um trabalho na categoria comunidade.

Todos os materiais serão analisados por 70 avaliadores da região. São eles que vão jugar os trabalhos e selecionar 20 para a próxima fase, a etapa regional, que acontece em Blumenau no dia 16 de agosto.

Para a secretária de Educação de Gaspar, Zilma Benevenutti, a Feira de Matemática é uma oportunidade para escola, professores e alunos ampliarem o seu diálogo. “Outros segmentos da sociedade, indústria e comércio, fazem feiras e mostras de trabalho e isso dá uma visibilidade e alavanca o desenvolvimento econômico. Com nós, na educação, não é diferente. Se queremos avançar a nossa qualidade e alavancar o trabalho, também temos que buscar possibilidades. E essa é uma oportunidade de fazer com que as escolas tenhas uma maior integração e com que os professores ampliem o diálogo entre eles”.

A professora de matemática e encarregada dos anos finais na secretaria de Educação, Josiane Bernez, diz que o evento motiva os estudantes. “Eles podem mostrar o que aprenderam em matemática e também nas outras disciplinas, já que muitos trabalhos são interdisciplinares. Além de apresentar aquilo que eles aprenderam, também têm a oportunidade de ver o que as outras crianças então apresentando e isso é muito importante, porque motiva o aluno a querer estudar mais, já ele sabe que ano vem vai ter feira mais uma vez e é possível que ele participe de novo. Isso gera uma motivação grande”.

 

Edição: 1905

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.