Lista telefônica

Eleições 2018: Hora de decidir o futuro do Brasil - Jornal Cruzeiro do Vale

Eleições 2018: Hora de decidir o futuro do Brasil

05/10/2018
Eleições 2018: Hora de decidir o futuro do Brasil

Mais uma vez, os cidadãos brasileiros vão às ruas para cumprir seu dever cívico e festejar a democracia. Neste domingo, dia 7 de outubro, teremos a oportunidade de mudar o rumo do Brasil. Está chegando a hora de eleger o novo Presidente da República, governador, senadores, deputados federais e deputados estaduais.

Das 8h às 17h, 147,3 milhão de eleitores devem sair de casa para ir às suas sessões eleitorais. Este número representa um aumento de 3% quando comparado à eleição presidencial de 2014 e, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mostra que 52,5% dos eleitores do Brasil são mulheres.

Perfil do eleitor de Gaspar: 

Número total de eleitores: 46.254
Número de votantes mulheres: 23.886
Número de votantes homens: 22.368
Principal faixa etária: 45 a 59 anos
Principal escolaridade: 1º grau incompleto
Locais de votação: 25
Seções: 134
Mesários convocados: 536

Perfil do eleitor de Ilhota

Número total de eleitores: 10.875
Número de votantes mulheres: 5.403
Número de votantes homens: 5.472
Principal faixa etária: 45 a 59 anos
Principal escolaridade: 1º grau incompleto
Locais de votação: 10
Seções: 38
Mesários convocados: 140

E você sabe o que  pode  e o que  não pode fazer no dia da votação? 

Datas e horários

O primeiro turno das eleições 2018 acontece neste domingo, dia 7 de outubro, das 8h às 17h. Já o segundo turno, se houver, será realizado no dia 28 de outubro, das 8h às 17h. 

Crime eleitoral 

Pedir voto no dia da votação é considerado crime eleitoral de boca de urna, sob pena de detenção de seis meses a um ano e multas. Além disso, no dia da eleição os partidos políticos estão proibidos de fazer novas publicações na internet. Até às 17h, quando encerra o horário de votação, também é proibido a aglomeração de pessoas com roupas padronizadas, bandeiras, broches e adesivos que possam caracterizar uma manifestação partidária coletiva.

Celular na hora da votação

O voto é secreto. Por isso, o eleitor é proibido de tirar fotos ou gravar o momento do voto. No momento da votação, não é permitido estar com celulares, máquinas fotográficas, filmadoras ou qualquer outro aparelho que coloque em risco o sigilo da escolha. Os mesários podem, inclusive, reter estes objetos para garantir o cumprimento da regra. 

Crianças na votação 

No momento de computar o voto, os eleitores não podem ir até a cabine de votação acompanhados de crianças. De acordo com as regras, apenas eleitores que têm restrições de acessibilidade, como dificuldades de locomoção ou de visão, por exemplo, podem ser acompanhado por uma pessoa de confiança. 

Justificando o voto

O eleitor que estiver fora do seu município no dia da votação pode comparecer a qualquer seção eleitoral, das 8h às 17h, para preencher o formulário e justificar sua ausência. O eleitor que estiver internado ou com outra limitação que o impeça de votar ou justificar no dia do pleito terá sessenta dias para comparecer ao Cartório Eleitoral e apresentar a justificativa. O eleitor que não justificar a ausência dentro do prazo estipulado pelo TSE terá que pagar multa para regularizar a situação.

Segurança da urna

Muitos eleitores têm dúvidas sofre a confiabilidade das urnas eletrônicas. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garante a segurança de todos os equipamento. A urna possui mais de 30 barreiras de segurança. Além disso, o TSE realiza periodicamente testes públicos para reafirmar a segurança do processo eletrônico de votação. A urna também não tem nenhuma conexão com a internet, o que torna impossível qualquer fraude por acesso remoto. 

Propaganda eleitoral 

A propaganda eleitoral gratuita termina nesta sexta-feira, dia 4. Havendo segundo turno, o período de propaganda eleitoral será de 12 a 26 de outubro. 

Branco e nulo

Os votos em branco ou nulo não são votos válidos. Sendo assim, eles não são contabilizados nem enviados para candidatos ou legendas. O candidato vencedor de uma eleição é aquele que tem a maior quantidade de votos válidos. 

Lei seca

A permissão ou proibição da venda e consumo de bebida alcoólica no dia da votação é de responsabilidade de cada Estado. Este ano, a secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina decidiu que não fará restrições ao consumo e à venda de bebidas alcoólicas no dia 7 de outubro. 

Atenção!

O Cartório Eleitoral de Gaspar alerta a população para um boato que vem se espalhando pelas redes sociais. A notícia diz que o eleitor que não votar em todos os cargos disponíveis (por exemplo: votar apenas para presidente e anular ou votar em branco nos demais cargos) estaria anulando o voto. A informação é falsa! O voto dado para apenas um ou mais candidatos será computado normalmene e os votos em branco ou nulos não serão contabilizados.

 

Edição: 1871

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.