Falta de blocos impede cobrança de Área Azul por um mês em Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Falta de blocos impede cobrança de Área Azul por um mês em Gaspar

14/02/2019
Falta de blocos impede cobrança de Área Azul por um mês em Gaspar

A cobrança da Área Azul em Gaspar deixou de ser feita no dia 23 de dezembro do ano passado devido ao período de férias coletivas e deveria ter voltado a acontecer no dia 15 de janeiro, data em que o recesso chegou ao fim. Os trabalhos, porém, não foram retomados por falta de material. Os blocos utilizados para notificar os motoristas acabaram no final do ano e os responsáveis não notaram o fim do material de trabalho.

Após mais de um mês sem cobrança, o serviço deve ser restabelecido na cidade na próxima segunda-feira, dia 18 de fevereiro. Segundo o responsável pela Superintendência de Trânsito de Gaspar, Luciano Amaro Brandt, os blocos devem ficar prontos nesta sexta-feira, dia 15. Para garantir que os blocos não vão deixar a cidade sem essa arrecadação, o superintendente afirma que foram confeccionado 15 mil cartões, que são suficientes para seis meses de trabalho.

A cobrança

No período em que Gaspar ficou sem cobrança de Área Azul, os dois servidores designados para esta função assumiram outras responsabilidades dentro da Ditran. “Eles não foram dispensados. Os monitores trabalharam até o último dia de serviço no ano passado e entraram em férias, tendo 30 dias de descanso. Quando retornaram, passaram a auxiliar em atividades administrativas”.

Hoje, Gaspar arrecada cerca de R$18 mil por mês com cobrança de Área Azul. Desse montante, 20% fica com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o restante é investido na manutenção da Ditran, uniforme para os monitores e sinalização.

 

Edição 1888

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.