Figueira da Praça Getúlio Vargas passa pela segunda etapa da revitalização - Jornal Cruzeiro do Vale

Figueira da Praça Getúlio Vargas passa pela segunda etapa da revitalização

22/01/2019
Figueira da Praça Getúlio Vargas passa pela segunda etapa da revitalização

A segunda etapa do tratamento fitossanitário da figueira mais famosa de Gaspar, situada na Praça Getúlio Vargas, em frente à prefeitura, no Centro, teve início na manhã desta terça-feira, dia 22 de janeiro. Os trabalhadores já isolaram o local e deram início à retirada do paver para colocar em prática a revitalização térrea, que compreende a descompactação e adubo do solo.  

Posteriormente, a equipe vai redesenhar a praça para que ela se adeque às necessidades da árvore. A previsão é de que o processo seja rápido, devendo ser concluído ainda na primeira quinzena de fevereiro. Ambos os estágios contam com a execução da Jardim Arte, empresa com técnico certificado internacional (BR-0014ª), além de ser membro da Internation Society of Arboriculture (ISA) e da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU).

De acordo com o diretor-ambiental Raphael de Gasperi Xavier da Silva, a figueira estava debilitada. “Já retiramos os galhos podres e pontas secas. Agora, trabalhamos para tratar as rachaduras no tronco e sua raiz danificada”, explica. Ele reitera que esta árvore é referência para o município e merece atenção especial. “Mesmo depois de tudo feito, vamos continuar acompanhando e analisando a evolução da figueira”.

Em novembro de 2018, a Superintendência de Meio Ambiente, junto com as secretarias de Planejamento e Obras, fez a poda de limpeza e estruturação da árvore, primeira parte da melhoria.

A árvore

Plantada há pelo menos 80 anos, a figueira foi semeada a pedido do então prefeito da cidade Coração do Vale, Leopoldo Schramm. Ao longo do tempo, apesar da admiração do povo gasparense, ela foi cedendo às mudanças urbanas em sua volta e, com isso, perdendo boa parte da sua grandiosidade. Por isso, a prefeitura inicia decidiu por garantir sua permanência no mesmo lugar por mais alguns anos.

 

Edição 1885

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.