Justiça determina transferência de mulher internada em estado grave no Hospital de Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Justiça determina transferência de mulher internada em estado grave no Hospital de Gaspar

18/05/2019
Justiça determina transferência de mulher internada em estado grave no Hospital de Gaspar

A angústia se mistura à sensação de alívio e esperança na família de Márcia Marta Hang, de 57 anos. A mulher, que estava internada em estado grave no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Gaspar, foi transferida para a UTI do Hospital Santa Catarina, em Blumenau, na noite de sexta-feira, dia 17 de maio, graças a uma determinação judicial.

Conforme conta o genro Davi Moreira Serano, a família encontrou no judiciário uma forma de continuar lutando pela vida de Márcia. “Entramos na justiça e a juíza despachou como favorável o nosso pedido e disse ainda que a transferência deveria ser imediata. Não tivemos apoio da prefeitura e muito menos do hospital”.

O despacho saiu às 18h e às 22h de sexta, uma UTI móvel levou Márcia para o Hospital Santa Catarina. De acordo com Davi, o estado da sogra é considerado muito grave. “Graças a Deus minha sogra agora está em uma UTI e temos fé que ela pode se salvar. Agradeço a todos que estão nos apoiando nessa luta pela vida dela”.

Entenda o caso

Márcia está internada no Hospital de Gaspar há 15 dias. Ela deu entrada na casa de saúde com suspeita de pneumonia e, mais tarde, o caso foi diagnosticado como arritmia cardíaca. Com o agravamento da situação e sem previsão de transferência para uma UTI, a família de Márcia procurou o Cruzeiro do Vale para pressionar as autoridades por uma solução.

Na quinta-feira, dia 16 de maio, o diretor administrativo do Hospital de Gaspar, Elson Marson Junior, afirmou que não havia vaga em nenhum hospital do estado.

Clique AQUI e confira a matéria completa sobre o caso.

 

 

Edição 1991
 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.