Moradores de Ilhota pedem médico na Unidade de Saúde do Braço do Baú - Jornal Cruzeiro do Vale

Moradores de Ilhota pedem médico na Unidade de Saúde do Braço do Baú

05/04/2019

Mais uma situação de descaso com a saúde da população. Os moradores do Braço do Baú, em Ilhota, reclamam da falta de médico, dentista e de remédios no posto de saúde do bairro.

Conforme o relato da moradora Lenir Aparecida Miranda Kretzer, de 47 anos, a Unidade de Saúde do Braço do Baú está sem médico desde janeiro deste ano e os moradores precisam ir até o posto do Baú Central para uma consulta ou exame. “O povo está muito revoltado. Nós precisamos muito. Muita gente não tem carro e não conseguir ir até o Baú Central. E, quando consegue, tem que esperar. Porque lá tem só um médico para atender todo mundo. A espera por um encaixe é muito grande”, desabafa.

Lenir conta que chegou a entrar em contato com a prefeitura para questionar a situação, mas foi destratada pela autoridade que a atendeu. “É muito triste. Não tenho partido político, mas acho que todos tem que ser tratados com respeito. Dizem que as portas da prefeitura estão abertas para a gente conversar, mas quando liguei, debocharam da minha cara e do pessoal do Baú. Eu liguei em nome de todo mundo que precisa de médico”, conta a moradora.

Outro caso

Outra moradora do Braço do Baú, que prefere não se identificar, também está inconformada com a situação. “A coisa pra nós está feia. Tem um médico só atendendo no Baú Central e é difícil conseguir vaga ou encaixe. A situação é precária...”.

A mulher conta que, recentemente, conseguiu uma consulta médica na unidade do Baú Central. Quanto ao atendimento, ela não tem do que reclamar. “Fui bem atendida porque o médico é ótimo. Ele não tem culpa do que acontece e atende todas as quatro regiões do Baú. Mas é muita gente pra um médico só”.

Sobre ir até a prefeitura para cobrar médicos ou recursos, a moradora conta que a resposta é sempre a mesma: é preciso esperar. “É difícil. A gente está indo pro hospital de Luiz Alves, que é o que está nos socorrendo”.

“Se o médico aceitar, a partir da semana que vem, provavelmente, já teremos atendimento no postinho”

 Segundo o secretário de Saúde de Ilhota, Lavino Miguel Nunes, a Unidade de Saúde do Braço do Baú está sem médico desde o final do ano passado, quando aconteceram mudanças no Programa Mais Médicos, do Governo Federal. “Nós tínhamos uma médica que trabalhava no Baú Central e um médico que atendia no Braço do Baú. Os dois faziam parte do Programa Mais Médicos. A Dra. Larissa pediu a conta e o Dr. Luciano, que atendia no Braço do Baú, pediu transferência para o Baú Central por conta da distância”, explica.

Ainda segundo Lavino, um Processo Seletivo foi feito em 2018 para que outro profissional assuma os trabalhos. Porém, três médicos foram chamados e nenhum aceitou a vaga. “Para cada chamada, temos que esperar sete dias para ver se o candidato aceita ou não. Com isso, chegamos ao final de janeiro. Agora, fizemos novo Processo Seletivo, que foi homologado no dia 28 de março”. Nesta etapa, 32 profissionais foram aprovados e o primeiro colocado já foi convocado. “Se o médico aceitar, a partir da semana que vem, provavelmente, já teremos atendimento no postinho. O Sistema Único de Saúde é moroso e as pessoas, às vezes, não entendem isso”.

 

 

 

 

 

Edição: 1895

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.