Lista telefônica

Prefeitura vai terceirizar a merenda escolar de Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Prefeitura vai terceirizar a merenda escolar de Gaspar

09/11/2017
Prefeitura vai terceirizar a merenda escolar de Gaspar

Em breve, a forma com que a merenda escolar de Gaspar é feita vai mudar. Isso porque a Secretaria de Educação abriu o processo licitatório para a contratação de uma empresa na prestação deste serviço. O contrato será de um ano, podendo ser prorrogado por mais cinco.

De acordo com o Edital, a empresa vencedora da licitação será a responsável por preparar e distribuir as alimentações balanceadas e adequadas, atendendo aos padrões nutricionais e legais vigentes aos estudantes.  Além disso, a empresa deverá fornecer todos os gêneros alimentícios e demais insumos necessários, serviços de logística e supervisão. A empresa vencedora da licitação será responsável ainda pelo fornecimento de mão de obra especializada. A equipe deverá ser formada por merendeiras, nutricionista e serventes. A manutenção do espaço com o controle de pragas, gás de cozinha, cuidados com os produtos de limpeza e reposição dos equipamentos e utensílios também serão de responsabilidade da empresa.

Cardápio

A terceirização da alimentação das crianças está de acordo com o Termo de Ajustamento de Conduta, de autoria do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. Um cardápio que prevê os gêneros alimentícios com as especificações técnicas alimentos já foi pré-definido pela nutricionista da Secretaria de Educação. Entre os produtos que serão oferecidos aos alunos estão frutas, legumes, verduras, cereais, carnes bovinas, suínas e de aves, ovos, leites e derivados, pães, biscoitos, feijão, farinhas e massas secas. Os estudantes com necessidades alimentares especiais ou que possuem alguma restrição a açucares, leite e glúten, por exemplo, também serão atendidos adequadamente.

O que muda?

A partir da homologação do edital, a empresa vai iniciar os serviços em 30% das escolas da cidade. Haverá ainda a redução dos cargos de ACTs (Admitidos em Caráter Temporário), já que a empresa vencedora fornecerá os profissionais.

Atualmente, o município conta com 50 merendeiras/serventes efetivas e 36 ACTs. A folha total dos profissionais por ano chega a R$ 5.131.826,95, sendo com efetivos R$ 4.019.914,63 e com os ACTs R$ 1.111.912,32.

 

Edição 1826

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.