Prefeituras não atendem protestos de moradores - Jornal Cruzeiro do Vale

Prefeituras não atendem protestos de moradores

21/07/2009

mont1MD.jpg
Cansados de esperar por uma ação do Poder Público de Ilhota, os moradores do bairro Baú Baixo decidiram queimar o símbolo de seu protesto contra a falta de manutenção na rua Luiz Leal, o Zé do Buraco. O boneco foi destruído no início deste mês e a manifestação popular, assim como na rua Inês Baron, no bairro Coloninha, não teve resultado.
A ilhotense Geiza Reinert, 25 anos, conta que o boneco foi queimado porque não foi feito nenhum serviço na via. "Soube que queimaram o Zé do Buraco porque o protesto não funcionou. Desde quando ele havia sido colocado lá, nenhuma máquina da Prefeitura passou para solucionar os problemas da rua", revela.
Geiza destaca que a estrada é estreita e está em péssimas condições devido às chuvas, proporcionando um ambiente perigoso para o tráfego de veículos. A moradora Marilí da Rocha Correia, que reside no início da via, acrescenta que sempre escuta as pessoas reclamando. "Onde moro está bom, mas o pessoal sempre reclama das condições mais perto da descida", aponta.
Em Gaspar, dois protestos foram feitos. Na rua Inês Baron os problemas ainda incomodam a comunidade e o "Zé do Pó" teve de ser retirado por causa da ação de vândalos. "Ele ficou totalmente destruído. Roubaram os bonés, sapatos e até as roupas. Estamos na mesma, esperando alguma solução", conta Andréia Inês de Souza Bruno, que reside no local. Ela ressalta que o vice presidente da Associação de Moradores do bairro Coloninha recolheu assinaturas para que seja colocada uma cancela na rua e a placa para saída de veículos.
Francisco Beirão da Silva, que reside na área há 28 anos, ressalta que não viu nenhuma máquina da Prefeitura no local. "Eles ainda não passaram por aqui. Não arrumaram. Eu trabalho aqui na rua e os buracos atrapalham bastante", lamenta.

Resultado
A única localidade que teve sucesso com o protesto inusitado foi o bairro Santa Terezinha. Poucos dias após a colocação do "Zé do Buraco", uma equipe da Secretaria de Obras foi até a via para consertar uma tubulação que provocava acúmulo de água e solucionar o problema dos buracos.
Odete Miranda mora na rua Paulo Bernardo Schmitt há cerca de um ano e conta que agora a situação está boa. "Estava até dando problema de briga entre alguns vizinhos, mas depois que arrumaram aqui ficou muito bom", comemora a moradora.

O que dizem as Prefeituras
O secretário de Obras de Gaspar, Joel Reinert, explica que uma equipe de funcionários deve ir até à rua Inês Baron ainda hoje, terça-feira, para patrolar a via. "Já tinhamos conhecimento dos problemas daquela rua e em breve iremos até o local para patrolar a via. Já com relação ao pó que se acumula na área, a única solução seria pavimentar a estrada através de uma parceria com os moradores", explica. A colocação de uma cancela no local também foi vista de maneira positiva pelo secretário.
Em Ilhota, o responsável pela pasta de Obras, Valdir Canha, conta que a Prefeitura está ciente do problema mas que precisa seguir um cronograma de trabalho que já foi estabelecido. "Temos planos para macadamizar e patrolar a rua, mas não podemos definir uma data para realização dos trabalhos ainda".

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.