Lista telefônica

Proposta de transformar auxílio-alimentação em prêmio assiduidade é rejeitada pelos servidores de Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Proposta de transformar auxílio-alimentação em prêmio assiduidade é rejeitada pelos servidores de Gaspar

11/09/2018
Proposta de transformar auxílio-alimentação em prêmio assiduidade é rejeitada pelos servidores de Gaspar

Rejeitada. Esta é a resposta dos servidores de Gaspar para a proposta do Executivo Municipal de transformar o auxílio alimentação em prêmio assiduidade. A decisão foi tomada na noite de segunda-feira, dia 10 de setembro, em assembleia organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos de Gaspar (Sintraspug), que lotou o auditório da faculdade Unicesumar.

De acordo com a presidente do Sintraspug, Lucimara Rozanski Silva, a grande participação dos servidores impressionou a diretoria do sindicato. “Tivemos um número expressivo de participantes: cerca de 140 servidores. O que mais impressionou foi que todos foram decididos em rejeitar a proposta. Os servidores entendem que não é hora de recuar. É o momento de solicitar e confirmar que queremos o auxílio em pecúnia , com contribuição”, afirma.

Ainda segundo a presidente, transformar o auxílio alimentação em prêmio assiduidade não vai gerar economia ao município, conforme argumentos da prefeitura. “É uma suposta economia que não mostra dados esclarecedores. É uma forma de distorcer os fatos, não de economizar. Os servidores consideram este um ato de retirada de direito, não de economia”.

Conforme previsão do Sintraspug, até quarta-feira, dia 12 de setembro, a prefeitura deve ser notificada da decisão da assembleia. Até o momento, o sindicato não tem agendada uma nova assembleia para discutir o assunto com os servidores. “Vamos primeiro conversar com o governo para, depois, decidir sobre uma nova assembleia. Nossa sugestão é de que o Executivo aguarde a decisão do Tribunal de Contas, que pode dar um parecer favorável ao governo ou ao sindicato”.

Entenda o caso

Após Prefeitura de Gaspar mudar a forma do pagamento do auxílio alimentação dos servidores para cartão, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) passou a dar mais atenção ao assunto. O órgão pediu que a mudança fosse feita na forma da lei específica e, então, o Executivo entregou uma nova proposta ao Sintraspug, propondo que o valor fosse denominado de ‘prêmio assiduidade’.

A mudança na forma do pagamento do valor estava prevista para iniciar em setembro. Agora, os servidores aguardam uma nova manifestação por parte da prefeitura.

 

Edição 1868

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.