Lista telefônica

Revitalização promete devolver força à figueira da Praça Getúlio Vargas - Jornal Cruzeiro do Vale

Revitalização promete devolver força à figueira da Praça Getúlio Vargas

09/11/2018

Elas proporcionam o oxigênio que respiramos, a sombra que refresca até os dias mais quentes e os frutos que alimentam. Também são responsáveis pela redução da poluição do ar, dão abrigo aos animais, equilibram nosso ecossistema e perpetuam a biodiversidade. As árvores são especiais e fazem história em Gaspar. Uma das mais conhecidas do município fica na Praça Getúlio Vargas, bem no Centro da cidade, e está prestes a passar por uma revitalização para poder continuar embelezando e trazendo tantos benefícios à comunidade.

Plantada há pelo menos 80 anos, a figueira foi semeada a pedido do então prefeito da cidade Coração do Vale, Leopoldo Schramm. Ao longo do tempo, apesar da admiração do povo gasparense, foi cedendo às mudanças urbanas em sua volta e, com isso, perdendo boa parte da sua grandiosidade. Por isso, a prefeitura inicia, em breve, um processo que promete garantir sua permanência no mesmo local por mais alguns anos.

A Superintendência de Meio Ambiente, junto com as secretarias de Planejamento e Obras, vai realizar um tratamento fitossanitário na figueira. “Ela está com galhos podres, pontas secas, rachaduras no tronco e raiz danificada. Além disso, não consegue mais emitir folhas novas. Essas características me preocupam, pois levam a uma questão importante: a árvore não está saudável”, pontua o diretor ambiental Raphael de Gasperi Xavier da Silva.

Diante disso, o profissional planejou algumas melhorias. “É perceptível que a nossa querida figueira ficou de lado nas alterações e paisagismos da praça. Ela precisou se adaptar ao novo ambiente e isso deveria ter sido totalmente ao contrário. Então, minha equipe planejou colocar a revitalização em prática em duas etapas: uma aérea e outra térrea”, explica.

A revitalização aérea deve acontecer na próxima semana. Com ela, será realizada a poda de limpeza e estruturação. Já a revitalização térrea deve ser executada em janeiro, quando o solo será descompactado e adubado.

Técnicos vão cuidar da figueira

Todo processo será executado pela empresa Jardim Arte, que possui técnico com certificado internacional (BR-0014ª), além de ser membro da Internation Society of Arboriculture (ISA) e da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU). Durante os momentos de cuidados com a figueira, as demais árvores plantadas na praça serão podadas. 

 

Edição 1876

Comentários

Lege F. Junkes
09/11/2018 19:07
Com tantos problemas mais emergentes de resolução, e a prefeitura vai gastar verba pública, para prolongar não sei por quanto tempo mais, a vida de uma árvore velha. Só lembrando que árvores não são eternas. Então não seria mais barato derrubar e plantar uma nova no lugar da velha ? E se é uma árvore histórica, que mandem fazer uma placa em homenagem a árvore velha e coloquem nos pés da árvore nova. Assim sobraria tempo e dinheiro para coisas mais importantes. E para custear o serviço, é só vender como lenha a árvore velha.

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.