Lista telefônica

Theresa May diz que 'todos os três terroristas' foram identificados - Jornal Cruzeiro do Vale

Theresa May diz que 'todos os três terroristas' foram identificados

05/06/2017
Theresa May diz que 'todos os três terroristas' foram identificados

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta segunda-feira (5) que a polícia já identificou os três autores do atentado de sábado (3) na London Bridge e no Borough Market, em Londres, que deixou 10 mortos, segundo a BBC.
Os nomes dos terroristas, que foram mortos pela polícia, ainda não foram divulgados. O nível de ameaça nacional continua severo no Reino Unido, que está em alerta desde o atentado de Manchester.

"A polícia identificou todos os três autores dos ataques, e quando o progresso da investigação permitir nós vamos divulgar os nomes", declarou a premiê. Ela também prometeu medidas mais duras contra o terrorismo.

Os investigadores fizeram novas buscas na manhã desta segunda-feira (5) e mais um suspeito de ter ligação com ataque foi preso, segundo o jornal britânico “The Guardian”. Os policiais foram a dois endereços na região leste de Londres. Onze pessoas permanecem sob custódia por suspeita de ter algum envolvimento com a ação terrorista.

O Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado, que deixou ainda dezenas de pessoas feridas. De acordo com a CNN, 36 vítimas continuam hospitalizadas e 21 estão em estado crítico.

Irlanda

Um dos três autores do ataque tinha consigo um cartão de identidade irlandês, segundo a emissora irlandesa RTE. A polícia da Irlanda confirmou que ele viveu em Dublin por algum tempo, segundo a agência Reuters.

“Acredita-se que ele era de origem marroquina e foi casado com uma escocesa”, comenta Paul Reynolds, correspondente da RTE. Ainda de acordo com a emissora, o homem não chamou a atenção dos serviços de segurança da Irlanda.

Mortos estrangeiros

"As vítimas tinham diversas nacionalidades. Esse foi um ataque contra Londres e contra o Reino Unido, mas também foi um ataque contra o mundo livre", afirmou May.

Embora o Reino Unido ainda não tenha divulgado a identidade das vítimas, o nome da primeira delas já foi anunciado pela família: a canadense Chrissy Archibald, que se mudou para Londres para morar com o noivo.

O ministro de relações exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, afirmou que um francês está entre os mortos, segundo "The Guardian".

Ataque

Por volta das 21h (horário local, 18h em Brasília), os terroristas atropelaram com uma van pedestres que passavam pela London Bridge, um dos cartões-postais da cidade. Relatos de testemunhas apontam que a van deixou a área reservada aos veículos na ponte e avançou contra os pedestres na calçada a mais de 80 Km/h.

Depois os homens sacaram facas e passaram a atacar pessoas que estavam em bares e restaurantes nas proximidades do Borough Market. 

De acordo com a agência Reuters, o grupo terrorista difundiu uma mensagem no sábado pela manhã, pelo aplicativo Telegram, convocando seus seguidores a promover ataques com caminhões, facas e armas durante o Ramadã, mês sagrado de jejum e orações para os muçulmanos.

 

Fonte G1

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.