Lista telefônica

Deputado Aldo Schneider assume presidência da Alesc - Jornal Cruzeiro do Vale

Deputado Aldo Schneider assume presidência da Alesc

06/02/2018
Deputado Aldo Schneider assume presidência da Alesc

A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) passa a ter um novo presidente a partir da rarde desta terça-feira, 5 de janeiro. O deputado Aldo Schneider (PMDB) assume o cargo no lugar do deputado Silvio Dreveck (PP). A mudança na presidência faz parte de um acordo firmado há dois anos entre os partidos com o consentimento das demais bancas partidárias.

A sessão de posse terá início às 15h, no Plenário Deputado Osni Régis, em Florianópolis. Conforme determina o Regimento Interno da Assembleia, a ocasião deve ser marcada pela leitura da Mensagem Anual do Governador. Posteriormente, o atual presidente da Alesc vai apresentar sua carta de renúncia. Assim, o deputado Kennedy Nunes (PSD), secretário de Mesa, comunica o cargo vago e o conduz imediatamente ao 1º vice-presidente, Aldo Schneider.

Casos recentes

Casos semelhantes a este marcaram a Alesc nos últimos anos. A divisão de mandato frente ao cargo mais alto é comum no órgão governamental. No biênio 2013-2015, o atual prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (PP), renunciou à presidência para que o deputado Romildo Titon (PMDB) assumisse. Entre 2009 e 2011, também houve uma situação parecida. Porém, o deputado federal Jorginho Mello, na época no PSDB, deixou o cargo para o então afiliado do DEM, Gelson Merisio.

Sobre Aldo Schneider

Aldo Schneider é natural de Agrolândia, no Alto vale do Itajaí. É formado em gestão empresarial, casado e pai de dois filhos. Nascido em 23 de maio de 1961, ele ingressou na Receita Estadual em 1980. Sete anos mais tarde, iniciou a carreira política quando se filiou ao PMDB. Na época, ele era responsável pela Coletoria Estadual do então Distrito de Vítor Meireles, no município de Ibirama.

Nesse período, Aldo se empenhou na emancipação do distrito, que tinha quase 7 mil habitantes e contava com apenas uma linha telefônica, além de não ter escola de ensino médio. Em 1988, foi eleito vereador em Ibirama. Sua campanha teve como bandeira principal a defesa da emancipação do distrito, que foi oficializada em 1989. Como reconhecimento à sua participação nessa conquista, foi eleito, no mesmo ano, o primeiro prefeito da história de Vitor Meireles, cargo que ocupou entre 1º de janeiro de 1990 e 31 de dezembro de 1992.

Aldo voltou a comandar o município em outras duas ocasiões: 1996-2000 e 2001-2003. Em 2003, convencido pelo governador Luiz Henrique da Silveira e pelo deputado estadual Rodrigo Mendonça Peninha, renunciou ao cargo para ser o primeiro secretário estadual de Desenvolvimento da Regional (SDR) de Ibirama.

A atuação regional possibilitou que Aldo se candidatasse a deputado estadual em 2010. E, logo em sua primeira eleição para a Alesc, obteve 36.449 votos, conquistando uma cadeira no Parlamento catarinense. Em 2014, reelegeu-se deputado com 58.646 votos, o sexto mais votado em todo o estado. No Legislativo, o deputado foi líder da bancada estadual do PMDB em 2012, líder do governo em 2013. Em 2015, foi eleito 1º vice-presidente da Alesc, para posterior compartilhamento da Presidência no biênio 2017-2019.

 

Edição 1837

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.