Lista telefônica

Legislativo de Gaspar pode ter a primeira mulher na presidência - Jornal Cruzeiro do Vale

Legislativo de Gaspar pode ter a primeira mulher na presidência

30/11/2017
Legislativo de Gaspar pode ter a primeira mulher na presidência

“Idade e gênero nunca definiram competência. Sou mulher, sou jovem, e se tem uma coisa que eu faço bem é trabalhar”. A frase dita pela vereadora Franciele Back (PSDB) demonstra o interesse de crescer no meio político. E essa vontade está prestes a fazer com que a Câmara de Vereadores de Gaspar tenha, pela primeira vez em toda sua história, uma mulher como presidente.

Franciele colocou seu nome à disposição para a votação secreta que define a Mesa Diretora da Casa de Leis para o ano de 2018. A eleição acontece daqui a duas semanas, no dia 19 de dezembro. A vereadora está confiante de que irá assumir o cargo. Isso porque um acordo entre sete dos 13 vereadores foi firmado no início do ano. Com ele, ficou estabelecido que os vereadores votariam em Ciro André Quintino como presidente no primeiro ano e em Franciele Back no segundo.

Obtendo a maioria dos votos e sendo eleita a presidente da Câmara para o ano de 2018, Franciele deseja ter a oportunidade de mostrar ainda mais o seu trabalho. “Eu sempre quis ser política, pois tenho a convicção de que posso fazer diferente. Agora, vejo que todos os passos que dei não foram em vão. Nesse primeiro ano do meu mandato, muitos passaram a enxergar que ser jovem e mulher não me impede de trabalhar duro pelo melhor da minha cidade”.

Sobre o seu planejamento para 2018, ela afirma que há muito o que fazer. “Vou sentar com a mesa diretora e traçar objetivos para que todos tenham vez e voz. Quero desenvolver projetos em prol das mulheres e reforçar a área da comunicação da Câmera”. Se, por algum motivo, não chegue a presidência, a vereadora diz que seguirá firme e forte. “Vou continuar batalhando igual, lutando pela comunidade. Se não der certo agora, vou tentar novamente nas eleições e 2019 e 2020”.

Atuação feminina na Câmara de Vereadores

Falta pouco para a Câmara completar 70 anos e Franciele Back tende a ser a primeira mulher a assumir sua presidência. Até hoje, apenas sete mulheres foram eleitas vereadoras de Gaspar. Destas, três concorreram à presidência da Casa de Leis. Enquanto Teresa Trindade e Andreia Nagel não obtiveram a maioria dos votos, Franciele Back agora tem grandes chances de marcar a história do legislativo gasparense.

Historicamente, duas vereadoras de Gaspar chegaram a integrar a mesa diretora, na posição de vice-presidente. Elas foram Andreia Nagel e Ivete Hammes.

Um adversário

Minoria na Câmara de Vereadores de Gaspar, o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Bloco Democrático se uniram e anunciaram um adversário para Franciele. O vereador Roberto Procópio de Souza colocou seu nome à disposição e na última sessão do ano concorrerá à presidência da Câmara. “Sei que será difícil. Do outro lado, há sete votos. Mas estamos confiantes e contamos com essa possibilidade de vitória”, enfatiza Procópio.

 

Edição 1829

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.