Lista telefônica

Catarinenses conhecem mercado cervejeiro internacional - Jornal Cruzeiro do Vale

Catarinenses conhecem mercado cervejeiro internacional

05/09/2018
Catarinenses conhecem mercado cervejeiro internacional

Comitiva catarinense viaja neste sábado (8) para a República Tcheca para conhecer o mercado cervejeiro do leste europeu. Realizada pela Fecomércio SC e o governo da República Tcheca, através do Ministério da Agricultura, a missão internacional contará com visitas a seis cervejarias, eventos para networking, degustação e passeio em campos de lúpulo. Entre os 15 integrantes da delegação estão representantes da Federação, empresários do setor cervejeiro do Estado e o secretário de Turismo de Blumenau e presidente do Parque Vila Germânica, Ricardo Stodieck.

“Santa Catarina abriu suas portas para negócios bilaterais com a República Tcheca com a visita de representantes do país e as rodadas de negócios em Florianópolis e Blumenau no início de março. Com esta missão conectamos ainda mais os dois mercados. Também temos atividades econômicas em comum: o Vale do Itajaí é reconhecido pela produção de cristais e a fabricação da cerveja pilsen, dois dos principais carros-chefes dos tchecos”, afirma o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

A cerveja é um dos bens imateriais mais admirados pelos tchecos. Além da tradição milenar de fabricação, o país é o terceiro maior produtor de lúpulo no mundo e destaca-se no ranking como um dos consumidores per capita da bebida.
Destino cervejeiro

O roteiro da delegação começa em Praga, no coração do país, com ato solene no Ministério da Agricultura, na segunda-feira (10). Para reforçar os laços comerciais, o grupo conhecerá empresários tchecos dos segmentos de tecnologia, maquinários e insumos. Na parte da tarde, a delegação seguirá para visita a fábrica de cerveja no Mosteiro BÅ™evnov, um dos primeiros locais na Boêmia a produzir cerveja, e apresentação da empresa Royal Czech Beer.

O destino do segundo dia da missão é a cidade Žatec, onde vão conhecer a Bohemia Hop, companhia de processamento e comercialização de lúpulo, e visitar as cervejarias Hops and Beer Temple e Chyše, que utilizam a tecnologia para microcervejarias da Contechin, uma das empresas tchecas que veio ao Brasil na missão comercial. Depois partem para a cidade que deu origem ao estilo mais popular do mundo, Plzeň / Pilsen, para passear nos campos de lúpulo.

Na quarta (12) e quinta-feira (13) a comitiva será recebida na cervejaria Pilsner Urquell Brewery, que produziu a primeira Pilsen da história, visitará obras assinadas pelo arquiteto Adolf Loos e segue para ÄŒeské BudÄ›jovice, cidade que sedia o Festival Internacional da Cerveja em fevereiro. É lá que vão conhecer a cervejaria BudÄ›jovický Budvar, berço da Budweiser, produzida há cerca de 300 anos no local. A poucos quilômetros está Tábor, onde visitarão a fábrica de malte Druzina e conhecerão a empresa exportadora de malte Sekado. Na aldeia de Dalešice participam da degustação na cervejaria homônima e fazem network com a empresa Cheops.

 

Texto: Fecomércio

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.