Lista telefônica

Polícia detém cinco pessoas em operação contra ataques supremacistas em Blumenau - Jornal Cruzeiro do Vale

Polícia detém cinco pessoas em operação contra ataques supremacistas em Blumenau

05/12/2017
Polícia detém cinco pessoas em operação contra ataques supremacistas em Blumenau

A Polícia Civil cumpriu cinco mandados de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para depor, em Blumenau, Itajaí e Indaial, na manhã desta terça-feira (5) durante uma operação que investiga ações supremacistas e racistas em Blumenau.

A Operação Hateless faz parte do inquérito que investiga os ataques racistas a um advogado de Blumenau em setembro e a colagem de cartazes com mensagens supremacistas na cidade em outubro.

Uma das pessoas conduzidas é um rapaz de 20 anos, morador de Blumenau. Segundo a polícia, ele confessou ter colado cartazes no centro da cidade em 21 de outubro. Na casa dele, a polícia encontrou um desenho e uma revista sobre nazismo e outros materiais. Ele tem uma suástica tatuada em uma das pernas.

Outro homem de 28 anos de Blumenau também foi conduzido, além de uma jovem de 18 anos de Indaial e dois homens, 20 e 31 anos, de Itajaí. Armas foram apreendidas na casa do jovem de 20 anos.

O delegado que investiga o caso, Lucas Gomes de Almeida, acredita que os ataques racistas contra o advogado Marco André e a divulgação de cartazes no Centro de Blumenau ocorrida em outubro tenham sido ação de um mesmo grupo.

“Tivemos pichações com expressões anti-antifa que também foram utilizados no cartaz contra o Marco [advogado]. Todos esses indícios levam a crer que se trata da mesma organização criminosa”, afirmou.

A mulher e os quatro homens foram levadas para 2ª Delegacia de Polícia de Blumenau. Às 11h, três já tinham sido ouvidos e liberados.

 

Fonte: G1 Santa Catarina

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.