Cadela é esfaqueada após entrar em galinheiro no bairro Sete, em Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Cadela é esfaqueada após entrar em galinheiro no bairro Sete, em Gaspar

09/06/2021
Cadela é esfaqueada após entrar em galinheiro no bairro Sete, em Gaspar

Uma cadela foi esfaqueada na madrugada desta quarta-feira, dia dia 9 de junho, após entrar no galinheiro de um morador do bairro Sete de Setembro, em Gaspar. Ela chegou a ser socorrida ainda com vida. Porém, devido à gravidade dos ferimentos, o veterinário responsável pelo caso aconselhou a eutanásia.

Como tudo aconteceu

Conforme informações da Associação Gasparense de Amparo e Proteção dos Animais (Agapa), a cachorra andava por uma rua do bairro Sete de Setembro, em Gaspar, quando entrou no galinheiro de um morador. Irritado, ele atingiu a cadela com golpes de faca por três vezes.

Um vizinho que presenciou a cena resgatou e cuidou da cadela. Na manhã desta quarta, dia 9, ele pediu a ajuda da Agapa, que autorizou o atendimento veterinário com urgência.

Durante o atendimento, o veterinário constatou que os golpes atingiram sua coluna. Devido à gravidade, foi recomendada a eutanásia para que ela não sofresse mais. “Ela virou uma estrelinha e não vai mais sofrer por aqui. Que ela seja bem recebida no céu dos bichinhos”, escreveu a Agapa nas redes sociais.

O esfaqueamento se enquadra no crime de maus-tratos contra animais. A Agapa está em contato com a Polícia Civil e um Boletim de Ocorrência será feito na tarde desta quarta. “Estamos reunindo todas as provas e a justiça será feita. É inaceitável que os animais continuem passando por situações deste tipo. Vamos lutar por eles”, garante o presidente da Agapa, Rafael Araujo de Freitas.

Inquérito policial

Conforme informações do delegado Bruno Fernando, da Polícia Civil de Gaspar, um inquérito policial será instaurado para apurar o crime de maus tratos. “Em casos como esse, a reclusão é de dois a cinco anos, acrescida do pagamento de multa. Além disso, o responsável é penalizado pela morte do animal”.

Denuncie

Maus-tratos contra animais é crime. Sempre que você se deparar com uma situação assim, denuncie.

Ajude a Agapa

A Agapa é uma ONG composta exclusivamente por voluntários e atua na causa animal em Gaspar. Se você tem condições de ajudar a entidade a se manter ativa, faça uma doação em dinheiro ou em ração. Toda ajuda é bem vinda.

- Banco do Brasil: Ag: 0921-0 CC: 28842-X
- Viacredi Ag: 0101-5 CC: 1042.475-0
- PIX/CNPJ: 16.621.374/0001-64
- Picpay: agapa

 

Quer receber notícias direto no seu celular? Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Cruzeiro do Vale 

 

 

Edição 2006
 

Comentários

LUIS CESAR HENING
09/06/2021 14:43
Pois é, esse vagabundo tem que ir para cadeia, e mais ele não pode criar galinhas em area urbana, portanto esta fazendo dois crimes

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.