Gaspar se despede de Nelson Bornhausen - Jornal Cruzeiro do Vale

Gaspar se despede de Nelson Bornhausen

13/07/2021
Gaspar se despede de Nelson Bornhausen

Gaspar amanheceu com uma notícia triste. Faleceu na madrugada desta terça-feira, dia 13 de julho, aos 40 anos, Nelson Alexandre Bornhausen. Ele estava internado no Hospital desde o dia 12 de junho, onde lutava contra consequências de um câncer.

Nelson era muito conhecido em Gaspar e querido por todos. Seu corpo será velado na Capela Mortuária Bom Pastor, no bairro Santa Terezinha, e o sepultamento está marcado para às 14h, no Cemitério de Gaspar.

Ele deixa a esposa, Mayara do Nascimento, familiares e muitos amigos.

A doença

Nelson foi diagnosticado com câncer de intestino há aproximadamente um mês. Ele foi submetido a cirurgia e se recuperava no hospital. Na madrugada de terça, dia 13, ele teve duas paradas cardíacas e não resistiu.

Vida profissional

Nelson sempre foi engajado em boas causas. Entre outros feitos, foi presidente da Associação Empresarial de Gaspar (Acig), de 2019 até o início deste ano, quando se afastou para assumir um cargo na Secretaria de Desenvolvimento, Renda e Turismo de Gaspar.

Mensagens

“Lamento profundamente o falecimento do meu amigo Nelson Alexandre Bornhausen. Além de Assessor de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura e ex-presidente da ACIG, Nelson era um amigo, uma pessoa alegre, que amava música, amava a família e vivia rodeado de amigos. Sua contribuição e trabalho pelo desenvolvimento da cidade deixará uma marca na história de Gaspar. Tive o prazer de compartilhar momentos incríveis ao seu lado e que jamais serão esquecidos. Meus sentimentos à Mayara e a toda a família, que Deus conforte o coração de todos nós” - Kleber Wan-Dall, prefeito de Gaspar.

 

“Éramos amigos, desde adolescência, amigos de basquete, música e de vida. Nossos encontros regado de violão e boas gargalhadas ficarão eternizadas em nossos corações, irmão. Sua partida deixa um legado de carinho e amizades. Meus sentimentos a familiares e amigos” - Marcelo Brick, vice-prefeito de Gaspar

 

 “Difícil de acreditar meu grande amigo. Um cara verdadeiro, fiel, generoso. Tão cedo partistes desta terra, mas deixastes um exemplo e legado grandiosos. Deus te receberá de braços abertos. Que o Espírito Santo conforte o coração de teus pais, esposa e demais familiares. Eulalia Maria Bornhausen, minha querida, força pra vocês. Sinto muito não estar aí em Gaspar pra me despedir” – Vereador Junior Hostins

 

 “Acordamos hoje com a triste notícia do falecimento do ex-presidente da Associação Empresarial de Gaspar (Acig), Nelson Bornhausen, que atualmente era assessor de Desenvolvimento Econômico da prefeitura municipal. Sempre um bom amigo, defensor dos interesses de Gaspar, vai deixar uma grande lacuna com a sua precoce partida. Deixo aqui meus sentimentos aos familiares” – Vereador Ciro André Quintino

 

"Um dia muito triste…. Não consigo entender como tudo tão rápido pode ser acabar. Não gostaria que fosse assim, mas temos muitos ensinamentos que falam mais alto e temos que respeitar. A força divina nos ensina muito e nos coloca em caminhos que jamais imaginassem. Um amigo que não irei esquecer tão fácil. Um parceiro, um irmão que fazia uma ligação e dizia: ‘Ô jovial, vem aqui jogar uma sinuca comigo e colocar o papo em dia’. A conversa fluía até tarde. Que saudades Nelson, que falta que você vai fazer. Descanse em paz meu irmão e fique ao lado do Pai” - Edemar Ênio Wieser, presidente Acig.

 

“Nelson era empresário e grande parceiro da CDL de Gaspar. No seu trabalho, sempre destacou o desenvolvimento da cidade e o empresariado local, defendendo interesses de lojistas e empresários gasparenses. Neste momento de profunda dor e pesar, a CDL manifesta aos familiares e amigos, expressando as mais sinceras condolências pela partida precoce” - CDL Gaspar

 

Quer receber notícias direto no seu celular? Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp do Cruzeiro do Vale 

 

Edição 2011
 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.