Lista telefônica

Mãe que perdeu filho e marido pede ajuda para seguir sua vida - Jornal Cruzeiro do Vale

Mãe que perdeu filho e marido pede ajuda para seguir sua vida

31/05/2008 00:00

Depois de passar quatro dias em coma no Hospital Santa Isabel, em Blumenau, Márcia Lisboa, 27 anos, acordou e perguntou pelo seu bebê de três meses de idade e pelo seu marido, Bento Sebastião Teixeira. Márcia não lembrava direito o que havia acontecido, mas sabia que estava no hospital, e sentia que alguma coisa ruim havia ocorrido com sua família.
Os familiares tentaram, mas não puderam esconder de Márcia a notícia que marcará para sempre sua vida: o marido e o filho mais novo haviam morrido, dias antes, em um grave acidente na entrada da localidade de Águas Negras, em Gaspar. O filho mais velho do marido também havia falecido e ela era a única sobrevivente da tragédia.
Em prantos, a jovem mãe, que possui mais quatro filhos do primeiro casamento, não se conteve diante da notícia e começou a desejar a própria morte.
Hoje, passados cerca de três meses desde o acidente, Márcia está em casa. Ela não pode andar e se locomove com uma cadeira de rodas. O acidente deixará marcas não só em sua memória, mas também em seu corpo. Ela fraturou a bacia e seis costelas, além de outros graves ferimentos. Márcia nunca mais poderá trabalhar e somente no final do ano poderá começar as fisioterapias para tentar voltar a andar.
Sozinha, a jovem mãe enfrenta dificuldades para criar os outros quatro filhos, com idade de quatro, nove, onze e doze anos. Os familiares do falecido marido Bento a estão ajudando, porém, os recursos não são suficientes para sustentar a família.
Márcia havia vendido sua casa em Gaspar dois meses antes do acidente. Ela e o marido haviam se mudado para Barra Velha, onde trabalhavam com a pesca. Gasparense, Bento sempre vinha à cidade visitar os familiares e fazer trabalhos que lhe rendiam uma renda extra aos finais de semana.
Atualmente Márcia mora na casa da família, ao lado da casa de seu pai, um senhor humilde e idoso, que não tem condições de ajudar a filha. Ela recebe R$200 de pensão do ex-marido, valor este que não é suficiente para sustentar a casa.
Segundo Maria da Silva, irmã de Bento, que reside na rua Itajaí, em Gaspar, Márcia precisa de roupas, alimentos, produtos de higiene, além de recursos financeiros, para custear as despesas gerais da casa. "Além disso, ela está sozinha em uma cadeira de rodas. Ela precisa de ajuda para tomar banho, se vestir, e para várias coisas. Ela precisaria de alguém para cuidar dela o dia todo, porém, ela não possui dinheiro para pagar esta pessoa", destaca a cunhada, que acredita na solidariedade do povo gasparense e pede ajuda a toda a comunidade.

Acidente envolveu caminhão e dois carros na rodovia Jorge Lacerda

42PQ.jpgO acidente que tirou a vida de Bento Sebastião Teixeira, seu filho mais velho e seu filho mais novo, aconteceu na tarde do dia 31 de maio, na rodovia Jorge Lacerda,em frente à entrada da localidade de Águas Negras.
A colisão envolveu o Versailles da família de Bento, um caminhão e um veículo Gol, com placas de Blumenau.
A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros de Gaspar e a Polícia Militar Rodoviária também esteve presente no local para auxiliar no atendimento. Momentos após a colisão, um grande congestionamento foi registrado nos dois sentidos da rodovia e centenas de populares pararam para ver o acontecimento.


Clique aqui para ver o vídeo deste acidente

 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.