Vitrine Literária - Jornal Cruzeiro do Vale

Mundo novo

06/03/2020

Canto a paz

Canto um mundo

Sem guerras, sem ódio

E sem nenhuma discriminação.


Canto a vida

Que sublima os infinitos

Na busca incessante

Do eterno conhecimento.


Canto um canto triste

Repleto de esperanças

Que possam subtrair os medos

Que estão povoando por aqui.

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.