Lista telefônica

Carta do Leitor - Jornal Cruzeiro do Vale

O leitor opina...

17/02/2017 14:37

Retratação
Dia desses, mandei uma carta a respeito de um acidente em frente a Linhas Círculo. Acho que fui mal interpretado. Em momento algum eu quis prejudicar os policiais, nem a instituição. Apenas queria alertar sobre acidentes com fraturas. Também não sabia que os policiais tinham treinamento de socorristas. Quero dizer que se, de alguma forma, prejudiquei alguém com meus comentários, não foi intencional. Sei dos serviços prestados pelo Samu, bombeiros e Polícia Militar e, de maneira alguma, posso me comparar com esses profissionais. Precisava vir a público fazer essa retratação, pois nossa cidade ainda é um lugar bom pra se viver, justamente porque temos bons profissionais nessas áreas.
Ivan Lopes da Silva, via e-mail

 

Salas comerciais para alugar I
O que ocorre muitas vezes, é que, além de alugueis salgados, tem muitos imóveis, inclusive nesta rua da matéria em questão, que estão defasados no quesito estrutural e muito mal conservados. Cultura essa que se repete na cidade se o proprietário apenas retira o capital do imóvel e não reinveste em melhorias. Inquilino é parceiro, se ele vai bem, a garantia de longevidade no aluguel também ocorre. E existem muitas salas com preços acessíveis e com boas condições de negociação. O que deveria mudar um pouco é a cultura de todas as lojas ficarem amontoadas em três ruas da cidade. A impressão que se tem é que Gaspar se resume ao micro centro. Temos que pulverizar os negócios, possibilitando o crescimento e desenvolvimento de mais áreas.
Eduardo Arend, via Portal Cruzeiro do Vale

Salas comerciais para alugar II
Neste momento, o bom senso do proprietário do imóvel deveria prevalecer. Se eu tenho um inquilino, devo visualizar a situação do país neste momento, e chegar a um acordo para futuro, ao invés de penalizar o inquilino.
Muitos, e não são poucos, preferem deixar o imóvel fechado do que negociar o mesmo valor para mais seis meses (ou mais meses) e ter este ganho de deterioração, isto é, vazio. Enquanto permanecer a cultura do “ganhar em curto prazo”, estarão fadados a ter seus imóveis fechados. Digo isto com conhecimento de causa. Crises: Sempre tivemos e teremos, esta não será diferente, veio e irá embora.
Luiz Carlos, via Portal Cruzeiro do Vale

 

Nota de esclarecimento
A Prefeitura Municipal de Gaspar comunica que, em resposta à reportagem publicada pelo Jornal Cruzeiro do Vale no dia 10/02/17, sobre Abertura e Fechamento de empresa nos últimos anos no município, está enviando os dados atualizados dos anos de 2015 e 2016. Em 2015, abriram 515 e fecharam 149 estabelecimentos em Gaspar. Já em 2016, abriram 612 e fecharam 222.
Superintendência de Comunicação da Prefeitura de Gaspar

 

Edição 1788

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.