Lista telefônica

Pingos de chuva caíram - Jornal Cruzeiro do Vale

Pingos de chuva caíram

05/11/2018

Sobre as folhas de uma pequena planta
E escorriam para o chão
Como se fossem gotas de ouro.

O arco-íris que se formara
Dava essa visão
Batendo de leve nas águas
Da chuva que acabara de cair.

Um beija-flor multicolorido
Com suas asas a bater
Saciava sua sede
Nas águas daquela folhagem.

Era o segredo da vida
A respirar de emoção
Ante tamanha beleza
Que explodia como um vulcão.

Aves e animais corriam
Tal qual vento agitado
Que coordenava a natureza
No esplendor de uma nova visão.

 

Edição: 1875

Comentários

Sérgio Murilo Batista
29/11/2018 16:36
Boa Tarde Sr. Júlio. Aprecio muito seus poemas, sempre cheios de vida e esperança. Nas horas vagas também escrevo algumas linhas. Gostaria de lhe enviar algo para a sua apreciação. Um forte abraço.

Sérgio Murilo Batista

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.