Covonavírus: Gaspar tem queda no número de pessoas com a doença ativa - Jornal Cruzeiro do Vale

Covonavírus: Gaspar tem queda no número de pessoas com a doença ativa

12/08/2020
Covonavírus: Gaspar tem queda no número de pessoas com a doença ativa

Os índices mostram que o número de casos de coronavírus em Gaspar está diminuindo. Enquanto em julho aconteceu a explosão da doença na cidade, com dezenas de casos confirmados diariamente e mais da metade dos infectados com a doença ativa, agosto segue com uma diminuição nessas estatísticas.

Conforme boletim divulgado pela prefeitura de Gaspar na noite de terça-feira, dia 11 de agosto, as últimas 24 horas foram marcadas por 23 novos casos da doença. Agora, são 1.948 testes positivos. Deste total, 8,98% (175 pessoas) estão em isolamento domiciliar e 0,95% (18 pessoas) permanecem internadas em hospitais (sendo 10 em leitos de UTI).

A UTI do Hospital de Gaspar, que possui 10 leitos destinados exclusivamente ao combate ao coronavírus e que chegou a ter 100% de ocupação, está com cinco leitos ocupados e cinco vagos.

Prefeitura estuda flexibilização das medidas restritivas

Mesmo com a queda no número de pessoas com a doença ativa e também no número de casos confirmados diariamente, o período segue como sendo de pandemia e cuidados. Porém, essa diminuição está fazendo com que a prefeitura analise os fatores e estude flexibilizar as medidas restritivas e fazer mudanças no decreto em breve. “Nos últimos dias percebemos que a população e a iniciativa privada têm compreendido o recado que estamos tentando passar desde março: que para vencermos o coronavírus precisamos todos fazer a nossa parte. Se continuarmos com os cuidados e a prevenção, acreditamos que podemos controlar ainda mais o contágio e ao mesmo tempo liberar algumas atividades”, garante o prefeito Kleber Wan-Dall.

Nos primeiros meses da pandemia, março, abril, maio e até junho, o pico do número de casos em Gaspar chegou a 13 por semana. Em Julho, chegaram a ser registrados 485 casos em sete dias. Na última semana de agosto foram 175. “Os números mostram que o índice de contágio está diminuindo, mas ainda está alto, principalmente se comparado ao início da pandemia. Esses números aliados a outros indicadores como a disponibilidade de UTI, os investimentos em saúde, e as medidas e ações tomadas, apontam para a possibilidade de liberar mais algumas atividades. Mas precisamos continuar seguindo o distanciamento social, a higienização das mãos, evitar aglomerações, utilizar a máscara, e todas as outras medidas de prevenção”, esclarece o secretário de saúde, Arnaldo Munhoz.

Nos próximos dias, a prefeitura de Gaspar deve, além de analisar os dados técnicos, continuar o trabalho de ouvir os representantes de todos os setores diretamente afetados pelas medidas restritivas. “Queremos que todos façam parte da construção da solução. Vamos buscar a melhor forma de conter o vírus, garantir a saúde e a segurança e manter o emprego e sustento das pessoas. Não podemos simplesmente liberar alguma atividade se os responsáveis não se comprometerem a fazer a sua parte na prevenção e na conscientização”, reforça o prefeito.

As novas medidas devem ser publicadas até o final da semana.

 

 

Edição 1964
 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.