• Janeiro

História do fundador da Círculo é exposta na Câmara de Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

História do fundador da Círculo é exposta na Câmara de Gaspar

09/08/2019
História do fundador da Círculo é exposta na Câmara de Gaspar

Até o dia 6 de setembro, a história de Leopoldo Jorge Theodoro Schmalz estará exposta na Câmara de Vereadores de Gaspar. A mostra, organizada pela Associação Empresarial de Gaspar, traz à tona, através de uma exposição fotográfica, a vida do empreendedor visionário que fundou a empresa Círculo.

A visitação é gratuita e aberta ao público. Ela acontece no Espaço Cultural da Câmara e pode ser conferida de perto de segunda a sexta, das 13h às 19h.

Quem foi Leopoldo Schmalz

Em 1938, junto dos cunhados Willy Schossland e Júlio Schramm, Leopoldo Schmalz fundou a Linhas Círculo, em Gaspar. A produção inicial era de linhas para bordado, crochê, tricô e fitilhos e a matéria-prima vinha das tecelagens paulistas.

Quatro anos antes, a Revista Têxtil publicou, em São Paulo, estudos de Leopoldo sobre o ‘Movimento do Liço’ (fio de metal com elo, usado para tear). No estado paulista, construiu as primeiras máquinas para o aproveitamento de fios descartados pelas tecelagens. Esse foi o primeiro passo para que fosse iniciada a produção em escala industrial de linhas, cordões, fitilhos e congêneres.

Hoje, a Círculo é uma das maiores indústrias têxteis do Brasil. Tornou-se o maior parque fabril para artes manuais da América Latina, abarcando a comercialização de linhas para crochê, tricô e bordados, além de acessórios para trabalhos manuais e tecidos para patchwork.

Brasileiro nascido em Joinville, Leopoldo Schmalz morreu no ano de1977, na Suíça.

 

Edição 1913

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.