Lista telefônica

No Dia das Crianças, presenteie com livros - Jornal Cruzeiro do Vale

No Dia das Crianças, presenteie com livros

11/10/2018
No Dia das Crianças, presenteie com livros

Imagine um mundo em que você pode ser o que quiser: uma guerreira, um príncipe, uma fada, um bruxo... Só existe um lugar em que tudo isso é possível: nos livros. Não importa se você é criança, jovem, adulto ou idoso. Dedique muito tempo à leitura.

Apesar da importância da leitura, o último levantamento que contém dados sobre o tema no país aponta que os brasileiros leem, em média, 4,96 livros por ano. Este número é muito baixo se comparado a outras localidades, como a Índia, por exemplo, onde são destinadas dez horas semanais para a prática da leitura. Por isso, neste dia 12 de outubro, data em que comemoramos o Dia das Crianças e tambérm o Dia da Leitura, a dica é: presenteie com livros.

Segundo a coordenadora da Biblioteca Pública Municipal Dom Daniel Hostin, Lúcia Kistner, o estímulo à leitura deve ser desenvolvido pelas escolas, pela família e pelo poder público. “O livro pode ser um bom presente. Mas, às vezes, não é acessível a todas as classes sociais. Por isso, as bibliotecas públicas e escolares tem tamanha importância”, afirma.

Os livros têm o poder de fazer com que a criança viaje por um mundo de aventuras e descobertas e são ótimos no desenvolvimento dos pequenos. Eles estimulam a criatividade e a imaginação; desenvolvem habilidades linguísticas, capacidade de interpretação de texto e de ser crítico; fortalecem a concentração e a atenção; e fazem a criança desenvolver empatia e conhecimento sobre os próprios sentimentos. Se não bastasse tudo isso, os livros são amigos que a criançada vai levar para o resto da vida.

Mais de 15 mil livros infantis na Biblioteca de Gaspar

Se você considera que o livro é um presente que vai além do seu orçamento, existem outras formas de cultivar a leitura sem gastar dinheiro. Uma delas é frequentando a Biblioteca Pública de Gaspar. Localizada no Centro de Gaspar, ela possui mais de 47 mil exemplares em seu acervo e cerca de 15 mil títulos dedicados às crianças.

Além de dedicar grande quantia de livro aos pequenos, a biblioteca de Gaspar realiza diversas atividades com o objetivo de incentivar a leitura. “Nós começamos o ano com algum movimento ainda nas férias, com oficinas de histórias que sempre têm o foco na promoção da leitura e na aproximação das pessoas da biblioteca. Depois, em abril, temos a distribuição de leitura na praça. Em julho, a Biblioteca Viva, que são atividades com várias linguagens diferentes e durante o ano recebemos quatro recitais de poesia, o Estações”, destaca Lúcia.

Dicas de livros

A partir de 0 anos: ‘O sítio do seu Lobato’ (editora Ciranda Cultural) e ‘Alice e Dino’ (editora Saber e Ler)

De 1 a 2 anos: ‘Olha, é um coelho!’ (editora Girassol) e ‘Quando eu era pequenino’ (editora Ciranda Cultural)

De 3 a 4 anos: ‘E agora, papagaio?’ (Gilles Eduar) e ‘A menina da cabeça quadrada’ (Emília Nuñez)

De 5 a 6 anos: ‘A princesinha medrosa’ (Odilon Moraes) e ‘A fuga da ervilha’ (Pedro Seromenho)

De 7 a 8 anos: ‘Rosa’ (Odilon Moraes) e ‘Os caras malvados’ (Aaron Blabey)

De 9 a 10 anos: ‘O livro dos porquês’(Gianni Rodari) e ‘E se eu fosse outros?’ (Sidney Bretanha).

 

Edição: 1872

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.