• Janeiro

Procon e Furb vão analisar combustíveis vendidos nos postos de Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Procon e Furb vão analisar combustíveis vendidos nos postos de Gaspar

08/08/2019
Procon e Furb vão analisar combustíveis vendidos nos postos de Gaspar

O Procon de Gaspar uniu forças com o Instituto Furb e firmou um convênio para analisar a qualidade dos combustíveis comercializados nos postos da cidade. A parceria foi firmada na terça-feira, dia 6 de agosto, quando a equipe técnica também fez a demonstração de como o projeto será colocado em prática. Na oportunidade, pesquisadores explicaram os procedimentos (que vai desde a coleta de material até a emissão do relatório), no Auto Posto Julinho, no Centro.

Conforme informações do Superintendente do Procon, Thiago Fellipe Zardo Machado, dentro de um ano todos os postos de Gaspar serão fiscalizados. “Vamos trabalhar em duas vertentes: examinar os três tipos de combustíveis de cada estabelecimento e ainda atender denúncias pontuais. O tempo médio para o resultado é de 10 dias. Em casos urgentes, é possível adiantá-lo em 24 horas”.

Em caso de constatação de adulteração nos combustíveis, o posto pode sofrer uma série de punições, que variam de notificações até o fechamento da unidade.

Análise

De acordo com o prefeito Kleber Wan-Dall, esse projeto é uma grande conquista para o consumidor. “A partir de agora, os consumidores terão a certeza da qualidade do combustível que estão adquirindo. Os laboratórios da Furb são muito bem conceituados e, além de servir para suporte do desenvolvimento acadêmico, ainda dão esse retorno para a sociedade através da prestação de serviços como este”.

Marcia Cristina Espindola, reitora da Furb, garante a qualidade das análises. “Nosso laboratório é um dos credenciados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e garantimos o sigilo e a idoneidade do processo. Ficamos contentes em poder, mais uma vez, firmar parceria com Gaspar”. O Laboratório de Análises de Combustíveis da FURB é responsável pela fiscalização dos combustíveis analisados em Santa Catarina e também no Paraná.

 

 

Edição 1913

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.