Lista telefônica

Editorial - Jornal Cruzeiro do Vale

Consciência

Em época de eleição, é muito comum ouvirmos a frase “vote consciente” por todos os cantos. Mas, afinal de contas, como cumprir nosso dever cívico da melhor forma possível? Essa dúvida paira na cabeça de todos os eleitores, ainda mais em meio a tantos escândalos políticos diariamente protagonizados no Brasil. O fato é que não há receita pronta ou a garantia de que os números digitados na urna são os corretos para governar o país. Portanto, o primeiro passo é entender a função de cada cargo.

No caso das eleições nacionais, depois de saber quais as responsabilidades do presidente da república, governador, senadores, deputados federais e deputados estaduais, o eleitor deve se ater aos personagens que vão assumir tais posições. É importante pesquisar o histórico de cada candidato, bem como avaliar se eles merecem e estão preparados a assumir a administração de uma das maiores nações do mundo.

Outro fator que precisa de atenção, independentemente de se considerar de ‘esquerda’ ou ‘direita’, é se a pessoa com a qual você se identifica será capaz de promover o bem comum e não apenas beneficiar determinado grupo. Enquanto país, devemos projetar o melhor para todos. Isso significa que o plano de governo de cada concorrente deve ser minimamente estudado, sempre com atenção para questionar as ideias propostas. Não feche o olho ou deixe passar os pontos negativos de alguém só por se identificar com o partido político do candidato. Seja exigente, é um direito seu.

Neste domingo, dia 7 de outubro, procure chegar com antecedência no seu local de votação e, caso prefira, leve uma colinha com o número dos candidatos que você julga serem os mais indicados para representar o Brasil. Mesmo após a divulgação do resultado, você continua tendo o direito de cobrar honestidade, compromisso e dedicação de cada político. Faça a sua parte como cidadão e contribua para um futuro mais digno.

 

Edição 1871

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.
 

Leia Mais

17/06/2008

Editorial

30/05/2008

Sandro Galarça

30/05/2008

Sandro Galarça

30/05/2008

Sandro Galarça

30/05/2008

Sandro Galarça