Lista telefônica

Vida e Ciência - Jornal Cruzeiro do Vale

Barba de Velho

27/10/2017

Planta perene e sem raíz, a Barba de Velho vive apoiada em galhos de árvores. Muito frequente no Brasil, ocorre desde o Sul dos Estados Unidos até a Argentina. Se reproduz tanto vegetativamente quanto por sementes e aparecem em abundância devido ao seu método de proliferação: pedaços quebrados são espalhados pelo vento e pelos pássaros que os utilizam em seus ninhos e se fixam em outros galhos e crescem. É uma espécie extremamente resistente, pendente, com folhas finas e alongadas e de cor cinza, formam extensos fios, conhecidas como ‘Barba de velho’.

Epífita atmosférica extrema, são encontradas principalmente em ambientes úmidos. As flores são extremamente pequenas, por isso quase nunca vistas. Atualmente vêm sendo muito utilizas em Paisagismo, Arranjos e Floriculturas.
De acordo com outros estudos, é muito usada e importante na medicina, no Sul dos Estados Unidos é usada para aliviar sintomas de Diabetes.

No Rio Grande do Sul, esta espécie encontra-se na lista das espécies ameaçadas de extinção.

 

Edição 1824
 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.