Lista telefônica

Vida e Ciência - Jornal Cruzeiro do Vale

Água-viva

20/01/2017

Com a chegada do verão, as águas do litoral tendem a ficar mais quentinha e isso faz com que os banhistas lotem as praias. Porém, as águas quentes do litoral atraem também as famosas águas vivas, que estão em seu período de reprodução.

As águas vivas são animais marinhos que variam muito de tamanho. Elas são tão bonitas quanto perigosas e algumas de suas tantas espécies podem até matar. Seu corpo é compostos por muitos tentáculos que possuem células urticantes (cnidócitos). O ser humano não entra em seu cardápio, porém, em contato com seus tentáculos, causam as famosas queimaduras. Sua grande maioria não é fatal para os banhistas.

É recomendado que os banhistas fiquem atentos antes de entrarem no mar e que perguntem para os salva-vidas se houveram aparições de águas vivas naquela praia. Caso sofra um ataque, a recomendação é de que volte a procurar o salva-vidas para que ele realize os procedimentos de primeiros socorros. Em caso de queimaduras, o indicado também é usar vinagre para neutralizar o veneno.

A água-viva não ataca por mal. Então, não existem motivos para matá-la. 

 

Edição 1784

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.